Copa do Brasil
1ª Rodada
Juventude
1
x
1
Encerrado
América
11/03 - 19h15
Alfredo Jaconi
Caxias do Sul (RS)

Copa do Brasil

Juventude-RS 1 x 1 América-RN - Papo marca 1º gol em casa e arranca empate no fim

Apesar de seguir sem vencer em casa na temporada, o time gaúcho acabou com o jejum de gols e marcou o primeiro de 2020 em seu estádio

Publicado em 11/03/2020
por Agência Futebol Interior

Caxias do Sul, RS, 11 (AFI) - Apesar do susto, saindo atrás do placar, o Juventude conseguiu evitar a derrota ao empatar por 1 a 1 com o América-RN na noite desta quarta-feira, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. O gol no Estádio Alfredo Jaconi foi bastante comemorado, pois o clube gaúcho ainda não havia marcado na atual temporada. Entretanto, segue sem vencer em casa.

A partida de volta está marcada para a próxima quarta-feira, às 20h, na Arena das Dunas, em Natal. Como o gol fora de casa não é critério de desempate, qualquer empate levará a decisão para os pênaltis. Quem vencer, estará classificado à quarta fase e embolsa R$ 1,5 milhão.

JUVENTUDE COMEÇA NO ATAQUE

Em busca de um bom resultado positivo, o Juventude saiu mais para o ataque, enquanto o América focou na marcação e tentava encaixar um rápido contra-ataque.

O time da casa chegou em duas chances com Bruno Alves e Iago.

O primeiro finalizou de fora e o goleiro defendeu e o segundo foi travado na hora do chute, dentro da área.

CAJÁ QUASE MARCA

Aos 24 minutos, a chance mais perigosa do jogo até então aconteceu. Renato Cajá driblou o marcador perto da meia-lua e chutou por cima, mas perto do gol, levantando a torcida.

Aos poucos, o América começou a gostar do jogo e conseguiu avançar ao ataque, principalmente dom Dione, que arriscou de fora da área aos 28 e 31 minutos.

Foto: Arthur Dallegrave/ECJuventude
Foto: Arthur Dallegrave/ECJuventude

AMÉRICA ABRE O PLACAR

Até que aos 37, ele conseguiu marcar. Em mais uma jogada pela esquerda, ele cortou para o meio e chutou, ainda fora da área, com categoria, abrindo o placar.

O começo do segundo tempo foi agitado. Logo aos cinco minutos, Renato Cajá arriscou mais uma vez de longe, mas parou no goleiro.

Em seguida, o América respondeu, sempre com ele, Dione, que chutou de fora da área.

PRESSÃO GAÚCHA

O Juventude esboçou uma pressão, explorando a velocidade de John Lennon pela direita, mas não conseguiu o empate. Assim como no primeiro tempo, o América começou a equilibrar o jogo e encaixava contra-ataques.

Depois dos 30 minutos, o time da casa novamente começou a pressionar o América. Aos 33, Iago Dias finalizou firme, dentro da área, mas o goleiro Edimar salvou. Em seguida, Lucas Ontivero mandou na rede pelo lado de fora.

Aos 36, Bruno Nunes completou cruzamento dentro da pequena área e Edimar salvou outra vez, com os pés.

ENFIM, O EMPATE

Após a forte pressão, o gol saiu. Aos 38 minutos, após cruzamento da esquerda para dentro da área, Iago Dias cabeceou com força e mandou no cantinho.

Os times ainda tiveram uma oportunidade cada. O Juventude com Bruno Alves, aos 48, que chutou para defesa do goleiro, e Wallace Pernambucano, do América, que finalizou cruzado para fora.