Brasileiro - Serie A
37ª Rodada
Sport
2
x
3
Encerrado
Atlético
21/02 - 16h00
Ilha do Retiro
Recife (PE)

Brasileiro

Sport 2 x 3 Atlético-MG - Galo segue na terceira colocação do Brasileirão!

Equipes se enfrentaram na tarde deste domingo (21), na Ilha do Retiro, no Recife (PE), pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro

Publicado em 21/02/2021
por Agência Futebol Interior

Recife, PE, 21 (AFI) - Em confronto que deu andamento à 37.ª e penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG bateu o Sport, por 3 a 2, na tarde deste domingo (21), na Ilha do Retiro, no Recife (PE), e segue na terceira colocação da tabela de classificação.

Com o resultado, os visitantes ficam no terceiro lugar, com 65 pontos - São Paulo, com 63, e Fluminense, com 60, ainda não foram a campo e podem ultrapassá-los, lembrando que os quatro primeiros garantem vaga direta à fase de grupos da Libertadores.

Os donos da casa, por outro lado, ficam no 14.º posto, com 42 pontos, e não têm mais chances de rebaixamento. Além disso, está fechando a zona de classificação para a próxima Copa Sul-Americana. Bahia e Fortaleza, com 41, estão 'no cangote'.


RESUMO DA PARTIDA
O Galo abriu o placar logo aos seis minutos de jogo. Após longa troca de passes, Guilherme Arana arriscou de longe, Luan Polli deu rebote, e Jair chegou aproveitando para mandar para o fundo das redes. O Leão empatou aos 32. Junior Tavares fez ótimo cruzamento para Dalberto escorar firme e deixar tudo igual.

O triunfo alvinegro foi encaminhado aos quatro minutos da etapa complementar. Guilherme Arana finalizou, Rafael Thyere se esticou para tentar afastar, mas acabou marcando contra. A igualdade rubro-negra, porém, saiu aos 41, quando Thiago Neves converteu penalidade máxima cometida por Marrony em Patric. Marrony, aos 52, entretanto, garantiu a vitória visitante.

Foto: Rafael Vieira/AGIF - Foto: Rafael Vieira/AGIF
Foto: Rafael Vieira/AGIF

O JOGO
O Atlético-MG foi a campo com duas novidades: o atacante Keno, recuperado da lesão no cotovelo que o afastou dos quatro confrontos anteriores, e o meia Calebe, que recebeu nova chance como titular após dez compromissos. Já no Sport, Jair Ventura voltou a apostar no esquema com três zagueiros.

E foi com essas novidades, ainda que como coadjuvantes, que o Atlético-MG abriu o placar na Ilha do Retiro. Keno fez jogada pela esquerda, Calebe ganhou dividida e a bola sobrou para Arana disparar de fora da área. Luan Polli deu rebote e Jair, ex-Sport, empurrou para as redes, aos 6 minutos.

AO ATAQUE
O Sport, então, precisou se lançar ao ataque. E como o time mineiro não manteve o bom ritmo inicial, a equipe pernambucana buscou atacar pelos espaços dados pelos laterais atleticanos. Foi assim que Patric recebeu lançamento nas costas de Arana e finalizou com perigo, aos 12.

E em uma jogada pelo outro lado do campo, o esquerdo, empatou o jogo. Em contra-ataque aos 32, Junior Tavares cruzou e Dalberto apareceu para bater de primeira: 1 a 1. O Sport só não virou aos 35, em outro passe nas costas da defesa, porque Marquinhos demorou a finalizar, sendo travado por Guga.

Só aí o Atlético-MG voltou a ser mais efetivo no ataque. E se Keno foi quem se destacou no início do jogo, dessa vez os lances se concentraram no outro ponta: Savarino. Foi ele que construiu a jogada para Eduardo Sasha finalizar fraco aos 37. Já aos 39, o venezuelano cabeceou para fora após levantamento de Guga.

GOL NO RECOMEÇO
Mas se o gol atleticano não saiu no fim do primeiro tempo, veio logo no começo da etapa final. E com a participação de um dos destaques do time no Brasileirão e como no gol que abriu o placar: com a participação decisiva de Arana. Aos 2, quase saiu: ele acionou Calebe, que deu trabalho a Luan Polli. Aos 4, Arana disparou e Rafael Thyere, ao tentar cortar, mandou para a rede do Sport.

Dessa vez, ao contrário do primeiro tempo, o Sport não conseguiu reagir. E o Atlético-MG, ainda que sem a intensidade dos seus melhores momentos neste Brasileirão, controlou a partida, que passou a ser disputada em ritmo lento. O jogo se encaminhava para o fim sem emoções, até Marrony acertar o rosto de Patric na grande área. A arbitragem marcou pênalti após consulta ao VAR e Thiago Neves bateu forte, aos 41 minutos, igualando o placar em 2 a 2.

O Sport, então, se retraiu para segurar o empate. Mas não conseguiu. E aos 52 minutos Marrony deu a vitória ao Atlético-MG. Ele invadiu a área e bateu forte de direita. Fez 3 a 2 e viu as comissões dos dois times provocarem uma enorme confusão na sequência.

Marrony ainda quase marcou outro no lance final. Não conseguiu, mas deixou a Ilha do Retiro como herói, mesmo após cometer um pênalti desnecessário.

SEQUÊNCIA DO BRASILEIRÃO
Na última rodada, prevista para acontecer às 21h30 de quinta-feira (25), os rubro-negros visitam o Athletico-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), enquanto os alvinegros recebem o Palmeiras, no estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

SAMPAOLI SE DESESPERA COM MARCAÇÃO DE PÊNALTI