Brasileiro - Serie B
34ª Rodada
Guarani
0
x
0
Encerrado
Ponte Preta
09/11 - 16h30
Brinco de Ouro
Campinas (SP)

Brasileiro

Guarani 0 x 0 Ponte Preta - Macaca mantém tabu em jogo feio

O jogo foi bastante truncado e terminou empatado sem gols no Brinco de Ouro da Princesa

Publicado em 09/11/2019
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 09 (AFI) - Um jogo de transpiração, mas de pouca criatividade. É assim que pode ser resumido o dérbi 195 entre Guarani e Ponte Preta realizado na tarde deste sábado, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, pela 34ª rodada da Série B do Brasileiro. E o placar não poderia ser diferente: 0 a 0.

Sem maiores pretensões no campeonato, a Ponte Preta chegou ao sétimo jogo sem vitória, mas isso é o de menos, pois chegou ao sexto jogo de invencibilidade diante do seu maior rival. A última vitória bugrina no tradicional dérbi campineiro foi no dia 24 de março de 2012, na semifinal do Campeonato Paulista.

Com 44 pontos, a Ponte Preta está na 11ª colocação e apenas cumpre tabela nas quatro últimas rodadas da Série B. Enquanto isso, o Guarani é o 14º colocado, com 40, e ainda tem remotas chances de rebaixamento. A diferença para o Figueirense é de cinco pontos.

OS MELHORES MOMENTOS DO DÉRBI 195 !

BUGRE FOI MELHOR
A primeira chance do dérbi campineiro foi criada logo no primeiro minuto. A zaga bugrina saiu jogando errado e a bola sobrou para Camilo chutar rasteiro. Jefferson Paulino defendeu com segurança. A resposta bugrina veio com Michael Douglas, que desviou fraco nas mãos de Ivan.

Aos 13, Lucas Crispim finalizou e o goleiro pontepretano fez grande defesa. Na sequência, Renato Cajá tabelou com Roger e bateu para defesa de Jefferson Paulino. Depois do jogo ficar concentrado no meio-campo, só foi surgir um lance de perigo aos 33.

Guarani e Ponte Preta empataram no Brinco de Ouro (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)
Guarani e Ponte Preta empataram no Brinco de Ouro (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)

Thallyson cruzou e Michael Douglas cabeceou com perigo pra fora. Na melhor oportunidade do primeiro tempo, Rondinally cabeceou e Ivan fez grande defesa. Aos 43, Arthur Rezende cobrou falta por cima da barreira e a bola passou raspando a trave.

NA MESMA

Os dois times voltaram sem mudanças do intervalo. Logo aos seis minutos, Roger bateu de virada e Jefferson Paulino espalmou para escanteio. Apesar de ter mais posse de bola, o Guarani encontrava dificuldades para escapar da marcação pontepretana.

Não é a toa que o jogo ficou concentrado no meio-campo, sem lances de perigo para ambos os lados. Os mais de 12 mil bugrinos presentes no Brinco de Ouro da Princesa começaram a empurrar o time e o jogo ficou nervoso, com muitos erros de passe.

Aos 43, Ricardinho desarmou no meio-campo e finalizou com perigo para fora. Os jogadores bugrinos reclamaram de uma falta marcada pelo árbitro e Luiz Gustavo, que já havia sido substituído, levou o segundo amarelo e foi expulso. Depois disso, o jogo terminou sem nenhum lance de perigo.

PRÓXIMOS JOGOS

O Guarani volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Vila Nova, às 19h15, no Serra Dourada, em Goiânia, enquanto a Ponte Preta recebe o Figueirense na terça-feira, às 20h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Os jogos são válidos pela 35ª rodada.