Viola contesta Copa do Mundo durante Jogo dos Famosos

Para o ex-jogador, o Mundial poderia acontecer caso fossem feitos hospitais e escolas

Publicado em 01/06/2014
por Alison Negrinho

Fortaleza, CE, 01 (AFI) - Um dos organizadores do Jogo dos Famosos, realizado na tarde deste sábado, entre Seleção do Viola e Seleção do Sérgio Alves, o ex-atacante Viola que possui passagem por grandes times do futebol brasileiro como Palmeiras, Corinthians, além da Seleção Brasileira, mostrou sua indignação quando questionado em relação a Copa do Mundo no Brasil. Para ele, esta não será a Copa das Copas, como tem sido chamada.

“Acho que a Copa poderia ser feita, mas se também fossem feitos 20 hospitais, 20 escolas, entre outras coisas em cada Estado, porque são coisas que a população precisa e por isso o povo está revoltado. Dizem que será a Copa das Copas, mas será apenas a Copa dos políticos”, comentou o ex-jogador que complementou sua opinião em relação aos hospitais.

"Falam por aí que não se faz Copa do Mundo com hospital, mas é claro que se faz. Se o estrangeiro se machucar aqui no Brasil, onde será atendido? Então também é preciso ter hospitais de qualidade", finalizou.

Dentro de campo, Viola que atuou ao lado de outros ex-jogadores como Márcio Granada (organizador do evento), Flávio Conceição, Robert, entre outros, mostrou que ainda está com o faro apurado e balançou as redes na vitória por 4 a 3.