Brasileiro

Time da Série C demite Drubscky e fecha com ex-zagueiro do Cruzeiro como treinador

Rodado no futebol mineiro, Eugênio Souza foi contratado pelo Tombense após duas derrotas seguidas

Publicado em 07/07/2019
por Agência Futebol Interior

Tombos, MG, 07 (AFI) - A derrota para o Paysandu, por 1 a 0, no Estádio Antônio Guimarães de Almeida, na última quinta-feira, foi a gota d'água para a diretoria do Tombense, que decidiu trocar a comissão técnica: saiu Ricardo Drubscky e chegou Eugênio Souza.

Drubscky foi anunciado como treinador em dezembro do ano passado depois de deixar o cargo de diretor de futebol do América-MG. O time foi eliminado pelo Boa Esporte, nos pênaltis, nas quartas de final do Campeonato Mineiro.

Ricardo Drubscky não aguentou as duas derrotas seguidas e foi demitido do Tombense
Ricardo Drubscky não aguentou as duas derrotas seguidas e foi demitido do Tombense
Na Série C do Brasileiro, o Gavião Carcará é o sétimo colocado do Grupo B, com 12 pontos, dois a mais que o Luverdense, primeiro da zona de rebaixamento. São duas derrotas seguidas.

VELHO CONHECIDO
Essa será a terceira passagem de Eugênio Souza como treinador do Tombense. Antes, ele trabalhou em 2014 e 2018. Nesta temporada, o novo comandante do Gavião Carcará trabalhou no Villa Nova, que conseguiu escapar do rebaixamento no Campeonato Mineiro.

Aguardado nesta segunda-feira para iniciar os trabalhos no Tombense, Eugênio Souza vai fazer sua estreia na quinta, quando o clube recebe o Volta Redonda, às 20 horas, no Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos, pela 12ª rodada.

Rodado no futebol mineiro, Eugênio Souza foi contratado pelo Tombense
Rodado no futebol mineiro, Eugênio Souza foi contratado pelo Tombense
MAIS SOBRE QUEM CHEGOU!

Eugênio Souza tem 56 anos e como jogador foi revelado nas categorias de base do Cruzeiro, onde se sagrou bicampeão mineiro. Atuando como zagueiro, ele também defendeu São José-SP, Joinville, Vila Nova, Ceará e Guarani de Divinópolis, onde encerrou a carreira em 1995.

Dois anos depois, Eugênio de Souza trabalhou nas categorias de base do América-MG e na sequência foi para o Cruzeiro. Como treinador profissional, o primeiro trabalho foi em 1997, frente ao Itaúna. Sua carreira foi feita praticamente em clubes mineiros.

Villa Nova, Guarani de Divinópolis, Nacional, Ipatinga, Uberlândia, Mamoré, Araxá, URT, Caldense, Democrata, Patrocinense e Tupi foram os clubes que Eugênio Souza trabalhou. Fora do estado, o treinador trabalhou apenas no Goytacaz-RJ e Moto Club-MA.

COLABORAÇÃO - Hércules Freitas