Brasileiro

Por mais tempo para treinos, técnico do Palmeiras sugere pedir ajuda ao Governo de SP

Vanderlei Luxemburgo demonstrou preocupação com a diferença no tempo de preparação das equipes para o Brasileirão

Publicado em 04/07/2020
por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 04 (AFI) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reafirmou que pretende começar o Campeonato Brasileiro no começo de agosto. O técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, demonstrou preocupação com a diferença no tempo de preparação das equipes e sugeriu pedir ajuda até ao Governo do Estado de São Paulo.

Os clubes do Paulistão voltaram a treinar na quarta-feira passada, enquanto Grêmio e Internacional, por exemplo, já passaram da fase de treinos físicos e iniciaram os treinos táticos e técnicos. Os times cariocas inclusive já estão disputando o Campeonato Carioca.

PEDIU CAUTELA

"Quero que comece o campeonato, mas com um pouco de cautela. Cada estado determinou de uma maneira.

Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, por exemplo, começaram antecipadamente. Em São Paulo não pode fazer nada, isolamento total.

Ficamos prejudicados. Não foi uma férias de um mês, foram 120 dias sem fazer nada. Nas férias você joga uma 'pelada', se mantém em atividade pelo menos. Aqui nós seguimos a regra"

VANDERLEI PEDE AJUDA DO GOVERNO DE SP:

DIFERENÇA NO CALENDÁRIO

Luxemburgo ainda avaliou a data de 9 de agosto para o retorno do Brasileiro e reclamou com o fato de ter menos tempo para treinar. Sugeriu ainda acionar o Governo do Estado para ajudar os clubes paulistas nessa situação.

"Estamos voltando e existe a possibilidade do Brasileiro começar em 9 de agosto, o Paulista precisa ser achatado e vamos treinar menos dias.

Por que temos que treinar menos do que os outros times? Meus jogadores vão ficar com calendário diferente e expostos a lesões. Não podemos ser prejudicados, principalmente porque essa temporada será doída com jogos acumulados", frisou.

AJUDA DO GOVERNO

"Acho que o Governo de São Paulo precisa dar uma olhada nisso e ver que os clubes precisam de mais dias para treinar porque é um campeonato nacional. Eu apelaria ao Governo do Estado para que olhassem com carinho para os clubes.

Outros clubes estão com 45 dias à frente na preparação. Pedir ao governador, Federação Paulista, secretaria de Esportes, para que vejam que não podemos começar uma competição com duas, três semanas de treinamento", concluiu.