Brasileiro

Série B: Vila Nova contrata ex-Ponte Preta e Palmeiras; seis são dispensados

O lateral-esquerdo Hélder, o volante Araújo, o meia Elias e os atacantes Keké, Facundo Boné e Alan Carius deixaram o clube

Publicado em 13/08/2019
por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 13 (AFI) - A reformulação no elenco do Vila Nova começou com tudo depois de Hugo Jorge Bravo ser confirmado como novo diretor de futebol no lugar de Sidiclei Menezes. Um jogador foi contratado e outros seis dispensados.

Indicado pelo técnico Marcelo Cabo, o volante Tinga é aguardado nas próximas horas em Goiânia (GO) para realizar exames médicos antes de assinar contrato e ser oficializado pela diretoria. Ele estava no Umm Salal, do Catar.

Hoje com 28 anos, Tinga foi revelado nas categorias de base da Ponte Preta, passando ainda por Palmeiras, Ceará, Figueirense, Avaí, Joinville, CRB e Santo André, além de ter tido experiências no Japão e na Tailândia.

O volante Tinga foi contratado pelo Vila Nova para a sequência da Série B
O volante Tinga foi contratado pelo Vila Nova para a sequência da Série B

CAMINHO INVERSO
Por outro lado, a diretoria colorada acertou as saídas de seis jogadores que não estavam nos planos da atual comissão técnica: o lateral-esquerdo Hélder, o volante Araújo, o meia Elias e os atacantes Keké, Facundo Boné e Alan Carius.

"São profissionais que deram sua contribuição e que não atrapalharam no dia a dia, mas precisamos abrir espaço para trazer jogadores com certo grau de experiência. Estamos esse espaço com as saídas desses jogadores. Eles não são culpados, mas o futebol é assim", disse Hugo Jorge Bravo.

Na beira da zona de rebaixamento, com 15 pontos, o Vila Nova entra em campo na sexta-feira, quando faz um confronto direto contra o lanterna Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa, pela 16ª rodada da Série B.