Libertadores

Santos diz que cumpriu prazo e culpa CBF por erro na inscrição junto à Conmebol

Oito clubes brasileiros estão entre os citados com problemas nas incrições de atletas para Libertadores e Copa Sul-Americana

Publicado em 21/02/2019
por Agência Estado

Santos, SP, 21 (AFI) - Citado pela Conmebol como um dos 21 clubes investigados por problemas nas listas de inscritos nas competições chanceladas pela entidade sul-americana, o Santos se manifestou oficialmente nesta quinta-feira. Em nota, a equipe paulista garantiu que cumpriu todos os prazos e explicou que não teme qualquer possível punição.

"O Santos Futebol Clube, por meio de seu departamento jurídico, informa que cumpriu rigorosamente todos os prazos regulamentares e adotou todas as diligências cabíveis para a devida inscrição de seus atletas na Copa Sul-Americana", afirmou o clube, que empatou com o River Plate-URU por 0 a 0 na ida e decide a vaga à segunda fase em casa, na próxima terça-feira.

Na quarta, a Conmebol confirmou a informação divulgada pela Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile (ANFP) de que mais de 20 clubes do continente que participam das Copas Libertadores e Sul-Americana eram alvos de ação disciplinar da entidade continental por inscrição fora de prazo.

A Conmebol informou que oito times brasileiros, entre eles o Santos, estavam entre os investigados por seu Tribunal Disciplinar. Nesta quinta, o clube alvinegro culpou a CBF por qualquer irregularidade na inscrição e reforçou a certeza de que não sofrerá sanção da entidade continental.

"A notícia de irregularidade formal adveio da ausência de validação, de forma tempestiva, pela Confederação Brasileira de Futebol no sistema da Conmebol. O clube tranquiliza seus torcedores e informa que tal irregularidade praticada pela Associação Nacional não possui o condão de repercutir negativamente na condição de jogo de seus atletas", comunicou.

Além do Santos, Atlético-MG e São Paulo, na Libertadores, Botafogo, Bahia, Fluminense, Corinthians e Chapecoense, todos esses na Sul-Americana, são alvos da investigação da Conmebol. O time mineiro também já se manifestou publicamente e garantiu não temer punição da entidade.