Copa do Brasil

Rodrygo festeja Santos sem sofrer gols e torce por liberação para duelo de volta

O atacante foi convocado nesta quarta para defender a seleção olímpica em um torneio amistoso na França

Publicado em 15/05/2019
por Agência Estado

Santos, SP, 15 - O atacante Rodrygo reconheceu que o primeiro duelo entre Santos e Atlético Mineiro pelas oitavas de final da Copa do Brasil teve dois tempos bem distintos. Após o empate por 0 a 0 no Independência, nesta quarta-feira, o jovem, de 18 anos, avaliou que a equipe paulista não conseguiu repetir o controle da primeira etapa na segunda. Mas também celebrou o fato de o time não ter sido vazado em Belo Horizonte.

"No segundo tempo, eles vieram mais ligados, encaixaram. Dominamos no primeiro tempo e não conseguimos fazer a mesma coisa no segundo tempo. Foi bom que não tomamos o gol", disse Rodrygo, em entrevista ao SporTV.

Algumas estatísticas do jogo ratificam a avaliação do atacante, especialmente o de finalizações. Afinal, após terminar o primeiro tempo com três tentativas a mais do que o Atlético-MG - 9 a 6 -, o Santos viu o adversário ameaçar nove vezes, terminando o duelo com 15 finalizações, quatro a mais do que o adversário.

Rodrygo quer ser liberado da seleção - Ivan Storti/Santos FC
Rodrygo quer ser liberado da seleção
O empate por 0 a 0 deixa a definição do confronto aberta para o duelo de volta, que será disputado em 6 de junho, no Pacaembu. O vencedor assegura passagem às quartas de final da Copa do Brasil, enquanto novo empate deixará a determinação do classificado para a disputa de pênaltis.

DÚVIDA
Para esse confronto decisivo, o Santos ainda não sabe se poderá contar com Rodrygo. O atacante foi convocado nesta quarta para defender a seleção olímpica em um torneio amistoso na França, com apresentação prevista para 27 de maio, o que inclusive anteciparia o fim da sua passagem pelo clube.

A direção do Santos pediu a liberação de Rodrygo, que também declarou torcer para que o clube tenha êxito na ação, prorrogação a sua permanência na Vila Belmiro. "Espero jogar", disse o atacante do clube, que já teve o paraguaio Derlis González, o venezuelano Soteldo, o colombiano Felipe Aguilar e o peruano Cueva pré-convocados para a Copa América, o que pode torná-los desfalques para o confronto com o Atlético-MG no Pacaembu.