Catarinense

Ex-atacante de Guarani e Criciúma tem mandado de prisão expedido

A ação foi movida por Bruna Mafei, ex-esposa de Ricardo Lobo e mãe da filha do atleta

Publicado em 14/02/2020
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - O atacante Ricardo Lobo, que defendeu Guarani, Criciúma e jogou por vários anos no Japão, teve um mandado de prisão expedido em seu nome por falta de pagamento de pensão alimentícia. O documento é da vara de família do Fórum de Criciúma.

A ação foi movida por Bruna Mafei, ex-esposa de Ricardo e mãe da filha do atleta. O valor total da dívida passa dos R$ 50 mil reais.

O mandado foi assinado pelo juíz Marlos Jesus Soares de Souza. Para o pedido de prisão ser revogado ou o atleta ser solto, em caso de cumprimento da decisão, basta que o valor integral da dívida seja quitado.

Ricardo Lobo teve um mandado de prisão expedido
Ricardo Lobo teve um mandado de prisão expedido
CARREIRA
O atacante Ricardo Lobo é natural de Valinhos e começou a carreira no Guarani. De lá foi para o Atlético Sorocaba, Criciúma, CENE, Metropolitano e iniciou uma trajetória pelo Japão, primeiro no Tochigi e depous no tradicional Kashiwa Reysol.

Voltou para jogar no Brusque, em 2014, mas logo voltou para a Ásia, defender o Ehime. Jogou ainda no DOXA, do Chipre. Na reta final da carreira passou por Joinville, Villa Nova-MG, Novo Hamburgo e Cascavel.