Brasileiro

Série B: Reformulação interna continua e diretor executivo deixa o Figueirense

Enquanto Fernando Kleimmann saiu, Luiz Greco foi anunciado como diretor de Negócios e Parcerias

Publicado em 16/05/2019
por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 16 (AFI) - Se a vitória sobre o Brasil de Pelotas, por 1 a 0, na última terça-feira, aliviou a pressão sobre o elenco do Figueirense, o mesmo não pode se dizer em relação a questão política. O clube anunciou a saída do diretor executivo Fernando Kleimmann.

Homem de confiança do presidente Claudio Honigman, Kleimmann assumiu o cargo no fim do ano passado e foi um dos responsáveis pela montagem do atual elenco. O clube deve ir atrás de um profissional para exercer a função.

Fernando Kleimmann foi desligado do cargo de diretor-executivo do Figueirense (Foto: John Leo/Figueirense)
Fernando Kleimmann foi desligado do cargo de diretor-executivo do Figueirense (Foto: John Leo/Figueirense)
Na semana passada, o ídolo Fernandes já havia deixado o clube. Ao comunicar seu desligamento como gerente de futebol, o ex-dirigente alvinegro disparou críticas contra a atual gestão.

CARA NOVA
Além de comunicar a saída do diretor-executivo, o clube anunciou também a contratação de Luiz Greco, que chega para ser diretor de Negócios e Parcerias. O profissional tem passagens por Santos, Cruzeiro, Athletico-PR e Shakhtar Donetsk-UCR.

"O potencial do Figueirense é imenso. Vamos trabalhar, de forma integrada, para criar oportunidades não só no mercado nacional, mas também internacional. Uma prova dessa capacidade será a ida do nosso sub-20, em 2020, para torneios na Europa. É só o começo", comentou Greco.

Dentro de campo, o técnico Hemerson Maria e os jogadores estão trabalhando de olho no jogo da próxima terça-feira, contra o Bragantino, em Bragança Paulista, pela quinta rodada da Série B. Com seis pontos, o Figueirense é o sexto colocado.