Paulista

Paulista A3: "Estou confiante, devo muito ao clube", diz novo técnico do Batatais

Com Fantasma próximo à zona de rebaixamento, a diretoria mudou o treinador: saiu Rúbio Guerra, entrou Thiago Oliveira

Publicado em 21/02/2019
por Agência Futebol Interior

Batatais, SP, 21 (AFI) - Apesar de viver o ano do centenário, o Batatais não faz boa campanha no Campeonato Paulista da Série A3. Após oito rodadas, apenas sete pontos e 13ª colocação, bem próximo à zona de rebaixamento, que tem Olímpia, com quatro, e São Carlos, com três. Por isso, nesta semana, a diretoria mudou o treinador: saiu Rúbio Guerra, entrou Thiago Oliveira.

Esta é a terceira passagem do jovem comandante pelo Fantasma da Mogiana. Na primeira, surpreendeu e levou a equipe batataense às semifinais do Paulista A2 de 2016, perdendo o acesso ao Paulistão para o Mirassol. Na segunda, ano passado, eliminação ainda na primeira fase da Copa Paulista.

"A gente teve aquele sucesso de chegar nas semifinais daquela A2. Foi uma equipe que eu montei, escolhi a dedo junto com o Juninho, meu auxiliar. A gente teve um tempo muito bom de preparação, cerca de 40 dias até a estreia. Na Copa Paulista, a gente pegou um elenco que já tinha contrato com o clube e apostamos em jovens para o clube ter um ativo. Fizemos jogos duros e pegamos um grupo muito duro, com o campeão, inclusive. Agora, é um outro momento, outra realidade, é uma equipe que tem muita qualidade para reverter. Estou confiante. Tenho certeza que os jogadores vão aproveitar essa oportunidade para crescer", completou.

Ele ainda revelou que esteve próximo de ser anunciado por outra equipe. No entanto, o carinho e a relação com o Batatais falaram mais alto.

"Logo após a saída do antigo treinador, eles entraram em contato comigo. Foi rápido. Eu estava próximo de acertar com outra possibilidade. Devo muito ao clube, é o clube que me colocou forte no mercado. Eu não poderia, neste momento, negar uma ajuda ao clube. Então, voltei feliz, confiante. Tenho certeza que vamos conseguir dar um salto de qualidade", afirmou.

QUEM É?
Thiago Oliveira, 37 anos, foi atacante de São Paulo, Portuguesa, Vitória e outros clubes. Começou a carreira de treinador no Sinop e passou por times como Caldense, Mixto, Dom Bosco-MT, Taboão da Serra e Cuiabá. Na temporada de 2018, dirigiu o Penapolense ao longo do Campeonato Paulista da Série A2 e o Batatais na Copa Paulista. Neste começo de ano, estava no Penapolense.

Thiago Oliveira - Foto: Batatais / Divulgação
Thiago Oliveira - Foto: Batatais / Divulgação

DANÇA DAS CADEIRAS DO PAULISTA A3
O número de trocas de treinadores nesta edição do Paulista A3 já chegou à primeira dezena. O Olímpia começou a preparação com Alessandro Moreche e teve também Vitor Mosca e Lucas Del Vecchio. Após ser dirigido interinamente por Zeca Barbosa, o Galo Azul tenta escapar da Segundona Paulista com Bira Arruda.

O EC São Bernardo seria comandado por Tuca Guimarães, que acabou ficando no Boa Esporte. Sandro Sargentim durou apenas três partidas, dando lugar ao interino Galego. Depois uma longa indefinição, José Francisco Oliveira foi anunciado após a oitava rodada. O Batatais, por sua vez, demitiu Carlos Júnior faltando poucos dias para a estreia e contratou Rúbio Guerra. Entretanto, após oito rodadas, ele deu lugar a Thiago Oliveira, que vai para a terceira passagem pelo Fantasma.

O Comercial teve Ricardo Costa na primeira rodada, mas, desde então, vem sendo dirigido por Edson Vieira. Lutando contra o rebaixamento, o São Carlos demitiu Omar Curi e trouxe Carlinhos Alves. O Barretos começou com Paulinho McLaren, que, após ficar seis partidas sem vencer, cedeu lugar a Ricardo Moraes.