Paulista

Meia Alex, ex-Inter e Corinthians, anuncia aposentadoria

Dono de uma carreira de sucesso, jogador não entra em campo para um jogo oficial desde dezembro de 2016

Publicado em 22/03/2019
por Agência Estado

São Paulo, SP, 22 - Com passagens de sucesso por Internacional e Corinthians, o meia Alex confirmou sua aposentadoria dos gramados. Aos 36 anos, o dono de dois títulos da Copa Libertadores disse estar aberto a "novos caminhos" em sua carreira e admitiu que cogita se tornar técnico no futuro.

"Não estou jogando... Dois anos sem jogar, hoje não vem ninguém [buscar contato]. Até brinquei, às vezes você recebe umas mensagens no Instagram de alguns torcedores, o que é legal", afirmou o agora ex-jogador em entrevista ao canal SporTV. "Ah, estou aposentado. Está bom, né? Está bem construído, né?", disse, emocionado.

Dono de uma carreira de sucesso, Alex não entra em campo para um jogo oficial desde dezembro de 2016. A partida foi marcante: decretou o rebaixamento do Inter para a Série B do Campeonato Brasileiro. Dias depois, ele chegou a um acordo para finalizar seu contrato com o clube gaúcho.

Desde então, está em jogar. Chegou a iniciar negociações com outros clubes, mas as conversas não foram adiante. E também não fizera nenhum anúncio oficial sobre sua aposentadoria.

Questionado sobre o seu futuro, Alex admitiu pensar em se tornar treinador. Mas fez uma ressalva: "Dá vontade, mas o preço de ser treinador é muito alto. É um caminho que não tenho pressa. Vou esperar chegar aqueles cabelinhos brancos para o pessoal respeitar um pouco mais".

CARREIRA
Alex iniciou sua carreira no Guarani. De lá, seguiu para o Inter em 2004, quando começou a se destacar nacional e internacionalmente. Nesta primeira passagem pelo clube gaúcho, foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2006. Levantou ainda os troféus da Recopa Sul-Americana (2007) e da Copa Sul-Americana (2008). Somando as duas passagens, foram seis títulos de Campeonato Gaúcho.

Após se destacar pelo Inter, ganhou sua primeira chance no futebol internacional. E defendeu as cores do Spartak Moscou entre 2009 e 2011, sem maior brilho. Neste período, chegou a ser chamado para a seleção brasileira, sem sustentar uma sequência de convocações.

Do futebol russo, ele voltou ao Brasil para jogar pelo Corinthians, onde voltou a conquistar um título de Libertadores, em 2012. No ano anterior, participou da conquista do Brasileirão. Em 2012, foi contratado pelo Al-Gharafa, do Catar. E, no ano seguinte, retornou ao País para vestir novamente o uniforme do Inter, onde jogou até 2016.