Mato-Grossense

Mato-grossense: Campeão, Cuiabá emplaca oito na Seleção do Campeonato

Neste ano, além dos 11 jogadores, os jornalistas especializadas elegeram os melhores técnico e preparador físico

Publicado em 23/04/2019
por Jorge Maciel - Futebolpress

Cuiabá, MT, 23 (AFI) - Dois dias após o encerramento do Campeonato Mato-grossense de 2019, o Futebol Press, o maior portal do futebol regional, em Mato Grosso, e o Futebol Interior, o maior portal de notícias do futebol do País, fecharam a Seleção dos Melhores do Estadual, trabalho que vem sendo feito há nove anos.

Com o auxílio de 13 jornalistas do setor esportivo, principalmente do futebol, foram selecionados os 11 craques do ano mais o melhor técnico e a melhor comissão técnica. A ideia é valorizar o futebol, incentivando seus atores.

Participaram do grupo de seleção os jornalistas Oliveira Júnior (TV Record e editor de Esportes do Jornal A Gazeta) e Luiz Esmael (jornal A Gazeta), Pedro Lima (Olhar Esportivo), Orlando Antunes (presidente da Amace e repórter e do O Bom da notícia), Sérgio Santos e Rosenil Luiz (Rádio Nova FM), Pereira Bueno e Claudio Oliveira (repórter e narrador da Rádio Documento), Jorge Maciel e Érica Costa (Futebolpress), Estevan de Melo (FutebolMT), Ilcimar Aranhas (Esportes Cidades, de Rondonópolis) e Ronaldo Couto (TV Band/ Araguaia Notícias).

Mato-grossense: Campeão, Cuiabá emplaca oito na Seleção do Campeonato
Mato-grossense: Campeão, Cuiabá emplaca oito na Seleção do Campeonato
VEJA OS 13 SELECIONADOS
Goleiro - Victor Souza – menos vazados e o paredão do Cuiabá;

Ala direita – Gil Mineiro, jogador de muita velocidade, apoia e defende bem. Destaque do Operário-VG;

Zagueiros - Alef e Douglas Mendes, xerifões nos seus times, Operário-VG e Cuiabá, respectivamente;

Ala esquerda - Danilo (Cuiabá). Foi destaque em três seleções do Futebol Press e FI e não saiu mais. Bom no desarme, bom no apoio;

Volante - Marino, do Cuiabá. Destrói e cria com perfeição. E ainda faz gols;

Volante - Moisés, do Luverdense. Moisés é o típico volante, principalmente no combate e em subidas com segurança.

Meia – Alê, que dispensa comentários. É hábil e quando surge oportunidade está sempre à frente, criando e faz gols;

Meia - Dinelson, do Mixto. Apesar da desclassificação, marcou pelo futebol criativo e para frente. É exímio nos lançamento e na armação de jogadas de ataque.

Atacante – Goteira (União) – um atacante nato.

Caio Dantas – O artilheiro do campeonato repetiu a marca que o consagrou como artilheiros nos clubes por onde passou. Vacilou está nas redes.

Preparador físico – Professor Gamarra (Cuiabá): enquanto tinha desenvoltura com a armação tática, o Cuiabá também sobrava em campo, com excelente preparo físico. O time chegou invicto e ganhou mais um título “voando baixo”.

Técnico - Itamar Schulle - o campeão do Mato-grossense imprimiu um estilo de jogo associando rapidez, armação tática eficiente e terminou a competição com melhor ataque e melhor defesa. E invicto.