Luto! Morre no Paraná marcante narrador esportivo dos anos 1970/80

Ney Costa nasceu em três de abril de 1945 e tinha 74 anos e a causa de sua morte foi em razão de vários problemas renais e diabetes

Publicado em 11/07/2019
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - Mais uma notícia triste para a imprensa esportiva. Morreu nessa quinta-feira, em Ponta Grossa, no interior do Paraná, Ney Costa, que nos anos 1970/80 foi um marcante narrador esportivo.

Ney Costa nasceu em três de abril de 1945 e tinha 74 anos e a causa de sua morte foi em razão de vários problemas renais e diabetes.

Ney Costa na Rádio e TV Bandeirantes em 1986:- Em pé Oswaldo dos Santos, Dalmo Pessoa, Fiori Giglioti, Ênio Rodrigues e Luiz Augusto Maltoni. Agachados: Ney Costa, Oscar Ulisses, João Zanforlin e Sérgio Carvalho.
Ney Costa na Rádio e TV Bandeirantes em 1986:- Em pé Oswaldo dos Santos, Dalmo Pessoa, Fiori Giglioti, Ênio Rodrigues e Luiz Augusto Maltoni. Agachados: Ney Costa, Oscar Ulisses, João Zanforlin e Sérgio Carvalho.
DO PARANÁ PARA O RIO DE JANEIRO E O SUCESSO NA TV BANDEIRANTES
Revelado no rádio do Paraná, Ney Costa começou a destacar-se como um dos narradores da Rádio Tupi do Rio de Janeiro, que tinha Jorge Cury como grande estrela.

Depois, Ney Costa foi para São Paulo e passou a trabalhar na Rádio Bandeirantes, tendo deixado a parte esportiva para atuar como apresentador de programas jornalísticos e musicais, além de comandar transmissões de desfiles de carnavais, fixando-se sua imagem como radialista completo.

Sabendo da qualidade de suas transmissões, a TV Bandeirantes passou a aproveitar Ney Costa como narrador. Impondo um estilo alegre e dinâmico, sabendo usar a abusar de sua bela voz, Nei Costa caiu no agrado do telespectador e durante vários anos foi o principal narrador esportivo da TV Bandeirantes, inclusive na Copa do Mundo de 1986 no México.

Ney Costa em foto recente
Ney Costa em foto recente
NEY COSTA DEIXOU O SUCESSO PARA VIVER NO SOSSEGO
No início dos anos 1990, Ney Costa cansou da cidade grande e optou em retornar para Ponta Grossa, onde trabalhou em várias emissoras locais, mas nos últimos meses não vinha bem de saúde, tendo falecido no Hospital Universitário, onde estava internado fazia um mês.

O corpo de Ney Costa está sendo velado na Capela do Luto Santana e seu enterro acontecerá nessa sexta-feira, às 10:30 horas no Cemitério Parque Campos Gerais em Ponta Grossa.