Copa do Brasil

Criciúma 0 (7) x (6) 0 Oeste - Luiz brilha nos pênaltis e Tigre segue vivo na Copa BR

Matheus Cavichioli pegou tudo durante os 90 minutos, mas viu o goleiro catarinense sair como o herói

Publicado em 21/02/2019
por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 21 (AFI) - O Criciúma avançou à terceira fase da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira ao derrotar o Oeste nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal, em partida realizada no Estádio Heriberto Hulse, e teve como destaque os goleiros, além do lateral Maicon, ex-seleção, que voltou a atuar em uma partida oficial.

Matheus Cavichioli brilhou durante os 90 minutos, enquanto Luiz saiu como herói ao defender duas cobranças, que acabaram dando a classificação ao time catarinense.

Com o resultado, o Criciúma aguarda o confronto entre Chapecoense e Mixto-MT para conhecer seu adversário na próxima fase, além de embolsar R$ 1.450.000,00 da premiação.


João Zanini comandou a transmissão da Eldorado AM
João Zanini comandou a transmissão da Eldorado AM

RÁDIO ELDORADO
Este jogo foi transmitido pela Rádio Futebol Interior - Rádio FI - em cadeia com a Rádio Eldorado AM 570.

Narração: Dante Bragatto Neto

Comentários: Renato Semensate e Reginaldo Corrêa

Reportagens: Marcio Cardoso, Zildomar Schlemper e Thalita Grassi.

Plantão: João Zanini

LÁ E CÁ!
O Criciúma começou o jogo em cima do Oeste e foi logo de cara desperdiçando três boas oportunidades de abrir o placar.

Na melhor delas, Daniel Costa acionou Andrew. O atacante chutou cruzado e mandou rente à trave defendida pelo goleiro Matheus Cavichioli.

COM CABEÇADA
O Oeste foi equilibrando as ações e chegou em uma cabeçada de Mazinho, defendida pelo goleiro Luiz. A resposta do Criciúma foi imediata. Frederico Platero recebeu dentro da área e testou firme para um milagre de Cavichioli. Na sobra, a bola bateu no defensor e só não entrou, pois o goleiro da equipe paulista salvou mais uma.

O time paulista ainda teve tempo de criar mais uma boa jogada. Matheus Jesus puxou contra-ataque e achou Mazinho em velocidade. O ex-palmeirense rolou para Alyson, que sem goleiro chutou por cima do gol.

Criciúma elimina o Oeste nos pênaltis - Fernando Ribeiro/Criciúma E.C
Criciúma elimina o Oeste nos pênaltis

TRUNCADO!
O segundo tempo foi de puçás chances. Os clubes povoaram o meio de campo e pouco criaram. Em alguns momentos mostravam estar satisfeitos com o duelo indo para os pênaltis. A primeira chance do Criciúma veio aos 24 minutos. Carlos Eduardo arriscou de longe para defesa de Cavichiolli.

O goleiro acabou sendo o principal destaque do Oeste no duelo. Ele assegurou o 0 a 0 ao mandar para escanteio uma pancada de Eduardo.

O time paulista acabou se fechando e conseguiu levar o jogo para os pênaltis, com uma ponta de sorte, já que a bola de Reis, aos 41 minutos, ficou na trave.

PÊNALTIS
Nos pênaltis, o Oeste acertou as suas quatro primeiras cobranças, enquanto o Criciúma perdeu um com Carlos Eduardo. Elvis poderia ter dado a classificação ao clube paulista, mas parou em Luiz, que voltou a defender a oitava cobrança, batida por Maracás. Na sequência, Reinaldo, de apenas 17 anos, deixou o seu e colocou o Criciúma na próxima fase.