Liga Europa

LIGA EUROPA: Com gol ilegal, Eintracht elimina Benfica e pegará Chelsea na semi

Equipe de Frankfurt eliminou o time português por causa do maior peso dos gols marcados fora de casa

Publicado em 18/04/2019
por Agência Estado

Campinas, SP, 18 - Em um jogo no qual teve um gol irregular não anulado pela arbitragem, o Eintracht Frankfurt venceu o Benfica por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Alemanha, e garantiu classificação às semifinais da Liga Europa. Com o resultado, a equipe avançou para encarar o Chelsea, que em outro duelo do dia derrotou o Slavia Praga por 4 a 3, em Londres, e também confirmou presença na luta por uma das vagas na decisão.

O Eintracht havia sido derrotado por 4 a 2 na partida de ida das quartas de final, na semana passada, e eliminou o time português por causa do maior peso dos gols marcados fora de casa para efeito de desempate em caso de igualdade no saldo.

Já o Chelsea entrou em campo no estádio Stamford Bridge em situação confortável após ter vencido o primeiro jogo do seu mata-mata por 1 a 0, na República Checa, e no primeiro tempo do duelo desta quinta-feira chegou a abrir uma vantagem de 4 a 1, antes de relaxar e sofrer dois gols na etapa final.

Eliminado, o Benfica acabou sendo prejudicado pelo fato de que a Liga Europa ainda não conta com a arbitragem de vídeo (VAR), diferentemente do que acontece na Liga dos Campeões, pois o primeiro gol do Eintracht foi claramente irregular.

GOL ILEGAL
Aos 36 minutos do primeiro tempo do duelo desta quinta, o meia Mijat Gacinovic arriscou o chute de fora da área e acertou a trave direita do goleiro Odisseas Vlachodimos. No rebote, a bola voltou nos pés de Filip Kostic, o camisa 10 da equipe alemã, que finalizou de primeira para as redes. O jogador, porém, se beneficiou de uma clara posição de impedimento, que não deixa de existir neste tipo de jogada, pois a trave é neutra.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O auxiliar de arbitragem não flagrou a irregularidade, assim como o juiz principal, o italiano Daniele Orsato. Os jogadores do Benfica se revoltaram com o erro e o técnico da equipe portuguesa, Bruno Lage, acabou sendo expulso pelo árbitro por reclamação e não pôde mais comandar o seu time na beirada do campo.

NÃO DEU
Na etapa final, aos 22 minutos, o Eintracht chegou ao gol que precisava para garantir a sua classificação. Depois de receber passe de Ante Rebic, Sebastian Rode bateu colocado no canto esquerdo baixo de Odisseas Vlachodimos, que se esticou todo, mas não alcançou a bola.

O atacante brasileiro Jonas foi colocado em campo aos 34 minutos no lugar de André Almeida e teve pouco tempo para tentar salvar o Benfica, que pressionou nos minutos finais, mas não fez o gol que lhe daria a vaga nas semifinais. Logo após o fim do jogo, revoltados, os jogadores do time português reclamaram muito com o árbitro Daniele Orsato dentro do gramado.

CHELSEA X SLAVIA PRAGA
Já na partida do Chelsea, o time inglês foi arrasador no início do jogo com o Slavia Praga ao abrir uma vantagem de 3 a 0 em apenas 17 minutos. Marcou primeiro com o atacante espanhol Pedro, aos 5 minutos, e depois ampliou aos 10, em gol contra de Deli. E fez o terceiro em seguida com o francês Giroud balançando as redes.

O time checo descontou o placar aos 26, com Soucek, mas Pedro marcou o seu segundo gol no jogo na sequência, aos 27, e esfriou rapidamente o princípio de reação do rival. No segundo tempo, o time londrino se acomodou com a larga vantagem que possuía para se classificar e levou dois gols em um intervalo de apenas quatro minutos, com Sevcik marcando aos 6 e aos 10. O fato assustou a torcida do Chelsea, mas os visitantes ainda precisavam de mais gols para avançar e não conseguiram fazer mais nenhum.

As semifinais da Liga Europa, que também terão o duelo Arsenal x Valencia, ocorrerão no próximo mês e terão as suas datas e horários confirmados pela Uefa em breve.

Confira os resultados da 2ª rodada
Napoli-ITA
0
x
1
Arsenal
Valencia-ESP
2
x
0
Villarreal
Eintracht Frankfurt
2
x
0
Benfica
Chelsea
4
x
3
Slavia Praga