Brasileiro

Juventude x Náutico – Dupla precisa vencer para não se complicar

Enquanto o Juventude quer seguir na cola do G4, o Náutico precisa da vitória para sonhar com a permanência na Série B

Publicado em 27/11/2020
por Agência Futebol Interior

Caxias do Sul, RS, 27 (AFI) – Juventude e Náutico não pensam em outro resultado que não seja a vitória neste sábado, quando se enfrentam às 21 horas, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Enquanto os gaúchos miram o G4, os pernambucanos querem respirar contra o Z4.

O Juventude ainda não encontrou a regularidade para se garantir entre os quatro melhores times da competição. Na última rodada o time perdeu para o América-MG por 2 a 1, em Belo Horizonte, e caiu para o sexto lugar com 37 pontos ganhos.

Já o Náutico soma seis jogos sem vitória no campeonato e está cada vez mais afundado na zona de rebaixamento. A última vitória do time na competição aconteceu em 20 de outubro, quando venceu o lanterna Oeste por 1 a 0. Desde então o time não sabe o que é vencer e aparece na 17ª posição com 21 pontos – cinco pontos atrás do Vitória, primeiro time fora do Z4.

JUVENTUDE PODE MUDAR
Ainda oscilando no campeonato, o Juventude pode ter mudanças para buscar os três pontos diante do Náutico neste sábado. Wellington Silva pode ganhar lugar no time e com isso Igor pode aparecer no banco de reservas. Wellington não treinou com dor nas costas, mas pode iniciar o confronto.

Outra novidade pode ser a presença de Rafael Grampola no setor ofensivo, ele que vinha sendo opção para o segundo tempo. Um indício de que o treinador Pintado ainda busca a melhor formação após as saídas dos seus destaques para times da Série A.

Pintado ainda busca a regularidade do Juventude no campeonato
Pintado ainda busca a regularidade do Juventude no campeonato
TIMBU COM MEIO-CAMPO “PEGADO”

Embora a fase não seja nada boa, o técnico Hélio dos Anjos deverá mandar a campo um time parecido com o que empatou com o Vitória na última rodada. O treinador gostou da postura do time, sobretudo dos homens do meio-campo.

A maior dúvida do treinador está no setor ofensivo, já que Álvaro está lesionado e vetado pelo departamento médico. Erick é o mais provável que entre em seu lugar, mas Paiva poderá surgir de surpresa entre os 11 iniciais.