Copa do Brasil

Jogadores do Atlético-MG veem decisão aberta e acreditam na vaga no Pacaembu

O time mineiro ficou no 0 a 0 com o Santos na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, no Independência

Publicado em 15/05/2019
por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 15 (AFI) – Após o empate sem gols contra o Santos, no Independência, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o discurso no Atlético-MG era de que a classificação segue em aberto e que o time mineiro pode buscar o resultado na partida de volta, no Pacaembu.

O goleiro Victor aprovou o desempenho do Atlético e afirmou que o Santos terá uma postura ainda mais ofensiva na segunda partida, o que pode deixar espaços para o contra-ataque.

“Ficou aberto. Assim como o Santos veio aqui e segurou o nosso time, a gente também pode ir lá, segurar o Santos e conseguir a classificação. Vai ser um jogo aberto como foi hoje e as oportunidades vão aparecer”, disse.

O lateral Patric manteve o mesmo discurso e também exaltou a organização tática do adversário, classificando o esquema de Jorge Sampaoli como uma ‘bagunça organizada’.

“Corremos muito do início ao fim. Buscamos a vitória, foi empate. Está tudo aberto. A equipe deles fez uma bagunça organizada. Acho que faltou mais posse de bola, não entrar na correria deles. Mas é um jogo de guerra, de luta. Com duas equipes tão grandes é assim mesmo”, afirmou.

As equipes voltam a se enfrentar na quinta-feira, dia 6 de junho, no Pacaembu, para a partida de volta das oitavas de final. Quem vencer se classifica e um novo empate leva a decisão para os pênaltis.