Brasileiro

Times cearenses das divisões de acesso do Brasileiro divergem sobre usar o Domingão

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) quer que a Arena Castelão seja utilizada apenas por Fortaleza e Ceará

Publicado em 24/09/2020
por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 24 (AFI) - As duas equipes de Fortaleza que disputam as divisões inferiores do Campeonato Brasileiro, Floresta, na Série D, e Ferroviário, na Série C, divergem sobre a determinação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para que utilizem o estádio Diogão, em Horizonte, e deixem a Arena Castelão livre para a dupla da Série A, Ceará e Fortaleza.

O Verdão estava na dúvida sobre qual caminho seguir, mas acabou aceitando. Tanto que já treinou no local, que estaria passando por melhorias visando acomodar os próximos jogos da dupla. O Ferrão, por outro lado, não se mostrou satisfeito e, conforme antecipado no começo da semana, vai entrar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Marcelo Jucá  Foto: Divulgação / Ferroviário
Marcelo Jucá Foto: Divulgação / Ferroviário

"O Ferroviário firmou parceria com o advogado Marcelo Jucá, ex-presidente do TJD-RJ e com atuação há mais de 15 anos no STJD, para representar o clube em ação do absurdo caso da Arena Castelão, cujo Mandado de Garantia foi dado entrada ontem no órgão máximo da Justiça Desportiva Brasileira. O pedido é baseado no Regulamento Geral das Competições, o qual dá autonomia para que cada clube determine o seu mando de campo. Marcelo atuará diretamente ligado ao departamento jurídico do Ferroviário, que tem como diretor o advogado Rodger Raniery", declararam os corais.

O caso se arrasta por conta das reclamações contra o gramado do Castelão, principalmente do técnico do Fortaleza, Rogério Ceni. O PV, que seria outra opção para os clubes da Capital Cearense, não pode ser utilizado no momento, já que vem sendo utilizado como hospital de campanha no combate à pandemia de covid-19.