Brasileiro

Série B: Presidente do Vila admite que ex-Timão deixou a desejar, mas agradece legado

Ecival Martins rasgou elogios ao profissionalismo demonstrado por Danilo durante sua passagem pelo clube

Publicado em 16/05/2019
por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 16 (AFI) - Conforme prometido, o presidente Ecival Martins concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira para explicar a saída do meia Danilo, que teve seu contrato rescindido na última quarta depois de ser anunciado como principal contratação do Vila Nova para 2019.

"Existe um sigilo e não posso falar de valores (da rescisão). O que posso afirmar, de forma genérica, é que foi um acordo satisfatório para todo mundo. O Danilo foi sincero, honesto e compreendeu a situação", comentou o mandatário.

O meia Danilo teve seu contrato rescindido pelo Vila Nova na última quarta-feira (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
O meia Danilo teve seu contrato rescindido pelo Vila Nova na última quarta-feira (Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
Ecival Martins reconheceu que o desempenho de Danilo dentro de campo deixou a desejar - marcou três gols em 15 jogos, além de perder dois pênaltis seguidos na Copa do Brasil -, mas enalteceu a postura do meia de 39 anos fora das quatro linhas.

"Ele não foi bem no futebol, mas deixa um legado para os mais jovens de como um atleta deve ser. Nunca chegou um dia atrasado no treino, cumpriu sempre o que foi determinado. Ele está saindo pela porta da frente. Tenho certeza que, para onde ele for, vai falar bem do Vila Nova", finalizou Ecival Martins.

Danilo foi um dos jogadores mais criticados pela torcida após perder um dos pênaltis que resultou na eliminação para o Juventude, na Copa do Brasil. Assim que rescindiu com o Vila Nova, o meia teve seu nome especulado como possível reforço do Brasiliense.