Sul-Americana

Unión La Calera-CHI 0 x 0 Chapecoense - Decisão ficou para a Arena Condá!

O time catarinense vai precisar vencer, em casa, para assegurar a vaga na próxima fase

Publicado em 05/02/2019
por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 05 (AFI) – A Chapecoense foi até o Chile e arrancou um empate sem gols diante do Unión La Calera na noite desta segunda-feira, no Estádio Nicolás Chahuán Nazar, em sua estreia na Copa Sul-Americana, torneio em que foi campeão em 2016, após o fatídico acidente envolvendo o avião a LaMia.

Com o resultado, a Chapecoense precisa de apenas uma simples vitória no dia 19 de fevereiro (terça-feira), às 21h30, na Arena Condá, para avançar à segunda fase.

Um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis. O time catarinense perde em caso de igualdade com gols.

CHAPE FICOU NA TRAVE!
O Unión não deixou a Chapecoense respirar nos primeiros minutos. O clube chileno soube usar muito bem a posse de bola e criou boas jogadas ofensivas como na tentativa de Leiva, que pegou uma sobra, após chute de Larrondo, para obrigar João Ricardo fazer grande defesa.

A Chapecoense demorou a demonstrar certa tranquilidade na partida, mas quando o fez ficou muito próxima de abrir o marcador. Aos 27 minutos, Bruno Pacheco recuperou a bola e deixou com Wellington Paulista. O atacante cruzou rasteiro para Renato chutar na trave.

Chapecoense segura empate fora de casa na Sul-Americana - Unión La Calera/ Jimmy Arenas
Chapecoense segura empate fora de casa na Sul-Americana

O time catarinense ainda chegou com perigo com Diego Torres. O meia recebeu de Marcos Vinícius, ajeitou para a perna esquerda e mandou pela linha de fundo. A Chapecoense pressionou no fim, mas não conseguiu passar pela marcação chilena.

FICOU MORNO!
No segundo tempo, a Chapecoense começou a pressionar a saída de bola do Unión, que foi ameaçar o gol defendido por João Ricardo apenas aos 23 minutos. Walter Bou recebeu dentro da área e cabeceou rente ao gol.

Antes, o time catarinense assustou com um chute do meio de campo de Rafael Pereira, defendido por Batalla.

O jogo seguiu sem fortes emoções. Faltou qualidade técnica para ambos os clubes em termos de criação. Abusaram, então, de chutes de fora da área, mas sem muito susto, nada que tirasse o 0 a 0 do placar,