Carioca

CARIOCA: Botafogo encara Americano em busca de milagre para se classificar

O Glorioso precisa vencer e contar com tropeços de Flamengo e Cabofriense

Publicado em 22/03/2019
por Agência Futebol Interior

Saquarema, RJ, 22 (AFI) – Pendurado em um último fio de esperança, o Botafogo vai ao Estádio de Bacaxá, em Saquarema, nesse domingo, às 16 horas, enfrentar o Americano pela última rodada da Taça Rio. O time de Zé Ricardo ainda tem chances mínimas de classificação, e precisaria de uma combinação de resultados.

Na quarta colocação do Grupo C, com oito pontos, o Botafogo só avança para a semifinal do segundo turno do Campeonato Carioca se vencer e contar com uma derrota do Flamengo e um tropeço da Cabofriense. Além disso, precisa reverter uma desvantagem de quatro gols de saldo em relação ao rival rubro-negro, e de três gols em relação ao time de Cabo Frio.

O Americano, por sua vez, preocupado em se manter na fase principal do Carioca de 2020. Com apenas um ponto em toda a disputa da Taça Rio, a equipe de Campos divide a lanterna do Grupo B com a Portuguesa, que também tem quatro derrotas e um empate.

A única maneira do Americano não ter de disputar a Seletiva na próxima temporada é vencendo o Botafogo e contando com um tropeço da Cabofriense contra o Madureira.

SITUAÇÃO DELICADA
A situação delicada do Americano fez com que até o técnico Josué Teixeira mudasse o discurso. O treinador afirmou que será difícil escapar da Seletiva do ano que vem, mas espera um bom jogo na última rodada.

“No futebol, tudo pode acontecer, mas será um jogo difícil contra o Botafogo. Não adianta ficar criando ilusões. Não tem rebaixamento, segunda divisão. Pergunta para o Macaé e o Nova Iguaçu se eles estão satisfeitos com a Seletiva ou se preferiam ir para a Série B”, desbafou.

BOTAFOGO AINDA SONHA
Para o técnico Zé Ricardo, o mais importante e se focar no que o Botafogo precisa fazer e esquecer os demais resultados. O treinador afirmou que ainda acredita que é possível avançar às quartas de final, mas admitiu que é um cenário pouco provável.

“Contra o Americano, precisamos fazer a nossa parte. A gente sabe que é muito difícil, mas enquanto houver esperança, vamos tentar. Acho que a situação ainda é bastante complicada, a gente sabe disso. Se a gente mantiver organizado dentro da estratégia, a gente pode até não se classificar, mas certamente estará mais próximo disso”, afirmou.

A tendência é que o treinador repita a escalação da última partida, com Diego Souza atuando como titular mais uma vez. Quem também pode ganhar uma vaga é o jovem volante Wenderson, que vem sendo bastante elogiado pelo treinador.