Brasileiro

Série C: Cajá renova com Juventude, mas ainda pode reforçar time da Série B

Meio-campista estendeu vínculo com o time gaúcho até o fim de 2020, mas pode ser emprestado depois do final da terceira divisão

Publicado em 11/09/2019
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 11 (AFI) - Autor de um hat-trick na goleada por 4 a 0 sobre o Imperatriz, jogo que cravou o acesso do Juventude à Série B, o meia Renato Cajá renovou o contrato até o final de 2020, conforme anunciado pelo próprio clube. Apesar disso, não está descartada a possibilidade de que ele atue por outro time na atual temporada. Ponte Preta, Londrina e Coritiba estão entre os interessados em contar com o jogador de 35 anos.

O Juventude está se preparando para a disputa das semifinais da Série C, contra o Náutico. A partida de ida será no próximo domingo e o jogo de volta está marcado para o dia 22. Com uma eventual classificação à final, o time teria calendário apenas até o início de outubro. Existe, portanto, uma chance de que Cajá seja emprestado após o fim da participação do Ju na terceira divisão.

Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude
Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude
“A ideia principal é montar um time para 2020, mas que pode liberar jogadores neste final de ano, já que o objetivo principal era o acesso”, afirmou o presidente jaconero, Walter Dal Zotto, em entrevista coletiva após a conquista do acesso.

VIÁVEL?
Em um cenário com o Juventude na final e o empréstimo concretizado, o meia jogaria cerca de 12 rodadas na Série B, divisão disputada pelos três times interessados em contratá-lo. O movimento é arriscado, até em razão da idade de Cajá e a disparidade de nível entre as séries B e C.

Uma possibilidade mais vantajosa para a Ponte Preta, clube com o qual o jogador tem forte identificação, seria tentar trazê-lo por empréstimo até o fim do Paulistão, o que não parece muito viável no momento.