Espanhol

Atlético não reconhece pagamento de multa por Griezmann e acionará Barcelona

Atacante foi contratado pelo clube catalão, mas os rivais entendem que há irregularidadesna transferência

Publicado em 12/07/2019
por Agência Estado

Campinas, SP, 12 - A novela envolvendo o atacante francês Antoine Griezmann, o Atlético de Madrid e o Barcelona pareceu ter tido o seu final nesta sexta-feira com o pagamento da multa rescisória de 120 milhões de euros (R$ 505 milhões) para o jogador deixar Madri e assinar por cinco temporadas com o time da Catalunha. Só que, horas depois, o clube da capital espanhola divulgou um comunicado oficial no qual informa que considera insuficiente o valor pago pelos catalães.

O correto, segundo o Atlético de Madrid, seria o valor de 200 milhões de euros (R$ 841 milhões). A alegação está baseada no possível acordo entre Barcelona e Antoine Griezmann antes do último dia 1.º de julho, quando a cláusula de rescisão do jogador caiu de 200 para 120 milhões de euros.

Atacante foi anunciado pelo Atlético. (Foto: Divulgação)
Atacante foi anunciado pelo Atlético. (Foto: Divulgação)
O francês, inclusive, anunciou que não jogaria mais em Madri no dia 14 de maio. Portanto, teria de ser respeitado o valor anterior.

"O Atlético de Madrid considera que o montante depositado é insuficiente para cumprir a cláusula de rescisão, uma vez que é óbvio que o compromisso do jogador com o Barcelona foi fechado antes da citada cláusula ter sido reduzida de 200 a 120 milhões de euros", escreveu o clube.

Ainda de acordo com o comunicado oficial, o Atlético de Madrid informa que vai à Justiça em busca de seus direitos e interesses legítimos para conseguir o valor considerado justo pela transferência do atacante ao Barcelona.

"O Atlético de Madrid crê que a finalização do contrato ocorreu antes do final da temporada passada, devido a eventos, atos e manifestações realizadas pelo jogador, e por isso, já demos início aos procedimentos que consideramos oportunos para a defesa de nossos direitos e interesses legítimos", completou o clube.

Griezmann, campeão do mundo com a França em 2018, assinou um contrato válido até 2024 com o clube catalão, com uma multa fixada em 800 milhões de euros (R$ 3,36 bilhões). Ela é maior que a do craque argentino Lionel Messi, seu novo companheiro de time, que é de 700 milhões de euros (R$ 2,94 bilhões) - era a maior do elenco do clube de Barcelona.