Brasileiro

Série B: Atacante do Criciúma vê torcida como combustível para escapar da degola

Após o empate contra o Brasil de Pelotas, os mais de 7 mil torcedores presentes ao Heriberto Hulse mostraram apoio ao time

Publicado em 10/10/2019
por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 10 (AFI) – Apesar de não ter conseguido bater o Brasil de Pelotas, o Criciúma contou com amplo apoio da torcida no empate por 2 a 2 na última terça-feira, com mais de 7 mil pessoas presentes ao Heriberto Hulse.

Para o atacante Vinícius, a presença do público foi suficiente para dar novo ânimo aos jogadores não só nessa partida, mas também nas próximas, que serão decisivas na briga pela permanência na Série B.

“Fico triste pelo resultado que não veio, mas feliz pela força muito grande que veio da arquibancada. Até arrepia ver a torcida junto, apoiando o time. Temos que unir isso e ir mais forte ainda para a sequência da Série B”, disse o atacante.

Apesar da fase complicada do Criciúma, Vinícius se vê em um bom momento e acredita que os resultados vão aparecer. A equipe voltou a vencer na 25ª rodada, quando bateu o Botafogo-SP por 2 a 0, mas na sequência empatou com Vila Nova, por 1 a 1, e Brasil, por 2 a 2, e não conseguiu deixar a zona do rebaixamento.

“Estou feliz com meu momento agora. O mais importante é o agora. O que passou, infelizmente não foi como queríamos. Desde que cheguei fico feliz de ajudar de qualquer maneira, com gol, assistência, até marcando, que não é meu forte. Se eu conseguir ajudar, minha meta é essa”, concluiu.