Mineiro

Mineiro: Após livrar Boa Esporte da degola, Nedo Xavier mira 2020 com conquistas

Treinador teve participação decisiva no segundo turno do Boveta na campanha da Série C

Publicado em 14/11/2019
por Agência Futebol Interior

Varginha, MG, 14 (AFI) - O Boa Esporte já iniciou os trabalhos de olho na próxima temporada. O clube mineiro sai na frente dos demais concorrentes no Campeonato Mineiro após ano complicado.

O Boveta teve de lutar contra a zona de rebaixamento na Série C do Campeonato Brasileiro até o fim. A permanência levou a diretoria a agir rapidamente e renovar o contrato de Nedo Xavier, um dos responsáveis por garantir vaga na terceira divisão nacional em 2020.

O treinador havia retornado ao clube pela 12ª vez em sua carreira, em uma delas na função de coordenador de futebol.

Nedo é o profissional com o maior número de jogos - mais de 200 - à beira do gramado e, portanto, nutre carinho especial pela instituição e direção.

Nedo Xavier projeta 2020 com conquistas ao Boa Esporte
Nedo Xavier projeta 2020 com conquistas ao Boa Esporte

"Recebi o convite na oportunidade e sabia das dificuldades atravessadas pelo clube dentro da Série C. Era necessário ter nova postura para recuperar a equipe da queda. Atletas e diretoria entenderam nosso método de trabalho e conseguimos nos manter na divisão", celebrou.

Depois do término da temporada, houve grande dúvida se o treinador iria permanecer no time de Varginha.

Com moral por grandes trabalhos realizados, Xavier viu a oferecer proposta de manutenção para dirigir o planejamento de 2020.

"No futebol temos de planejar e, principalmente, ter tempo para fazer as escolhas de jogadores que pretende contar. São praticamente 90 dias de trabalho forte e reforçar o plantel para não sofrer no ano que vem", falou.

PREPARAÇÃO

O elenco do Boa Esporte se apresentou no começo de novembro com a manutenção de 12 atletas.

O objetivo do comandante é a contratação de mais alguns reforços pontuais, haja vista ter tempo hábil para A montagem do time de olho no Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Série C a partir de janeiro.