Pela 2º edição, Feijoada Tricolor em Rio Preto é mais uma vez é um sucesso

Centenas de torcedores são-paulinos puderam compartilhar uma tarde com ídolos dos clubes

Publicado em .

São José do Rio Preto, SP, 16 (AFI) - Mais uma vez a Feijoada Tricolor, na sua segunda edição foi um verdadeiro sucesso em São José do Rio Preto nesse final de semana. Centenas de torcedores são-paulinos puderam prestigiar uma tarde juntos dos seus ídolos que tiveram passagens brilhantes no São Paulo Futebol Clube, caso dos ex-atletas e campeões: o ex-lateral Vitor, o zagueiro Fabão, os atacantes Elivelton, Macedo e Aloísio Chulapa, e ainda o meia Souza, que ainda está em atividade.

BENEFICENTE E MUITA ATRAÇÃO
O evento aconteceu em São José do Rio Preto, no último sábado, na Mansão Buffet Bifano, cuja a renda foi toda revertida para a Santa Casa de Rio Preto, Santa Casa de Nova Granada, Fauna Protetora de Animais e AL-14. Foram diversas atrações musicais, sorteios de brindes, camisas, cerveja gelada, a tradicional feijoada, e, claro presença VIP dos torcedores são-paulinos que tiveram contatos com os ídolos na postagem de fotografias e autógrafos.

"O evento mais uma vez foi sucesso absoluto, onde o torcedor são-paulino compareceu em massa e ver de perto seus ídolos. Não bastasse, a arrecadação será destinada para as entidades", disse Nadim Cury, provedor da Santa Casa de São José do Rio Preto.

Feijoada Tricolor em Rio Preto é mais uma vez é sucesso (Foto: Muller Merlotto Silva)
Feijoada Tricolor em Rio Preto é mais uma vez é sucesso (Foto: Muller Merlotto Silva)

PRESENÇA MARCANTE
Acompanhado do seu filho Edson Araújo e como bom são-paulino, o prefeito municipal de São José do Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), fez questão de prestigiar o evento.

"É um evento de suma importância em dois aspectos. Além de ser beneficente ajudando as santas casas, o torcedor são-paulino teve a oportunidade de ter contatos com os seus ídolos que brilharam com a camisa do São Paulo, onde conquistaram vários títulos enriquecendo ainda mais a sala de troféu no Morumbi", disse o chefe executivo rio-pretense.

PACIÊNCIA
Para o atleta Souza que ainda está em atividade defendendo o Brasiliense, sagrando-se vice-campeão nesta temporada no Candangão, o torcedor são-paulino tem que ter paciência.

"O São Paulo está passando por um momento de transição, saiu muita gente, diretoria nova, troca de treinadores e isso acaba prejudicando todo clube que passa por uma transição e ao mesmo tempo passa também por momento delicado. Acredito que logo logo o São Paulo vai encontrar o caminho da vitória e as conquistas vão acontecer, pois essa maravilhosa torcida tricolor merece", finalizou o atleta.

JOGO MARCANTE E CARREIRA VITORIOSA
Nos seis anos defendendo o Tricolor do Morumbi, segundo Souza, o jogo mais marcante na sua carreira foi sem dúvida a conquista da Taça Libertadores e o Mundial, no Japão, em 2005. Na Libertadores, a partida foi na semifinal contra o River Plate-(ARG), enquanto no Mundial, foi na conquista diante do Liverpool. Consta ainda na carreira de Souza, o bicampeonato brasileiro e o título paulista. Souza, ainda jogou fora do país pelo PSG(França). No Brasil, atuou no Grêmio, Cruzeiro, Fluminense, Portuguesa, Ceará, entre outros.

CHULAPA RECORDANDO
Outro campeão na festa, Aloísio Chulapa, que deu passe na medida para o predestinado Mineiro marcar o gol da vitória contra o Liverpool, na conquista do Tricampeonato Mundial, no dia 18 de dezembro de 2005, no estádio Yokohama, no Japão, perante 66.821 torcedores, também falou do momento que o clube atravessa.

"Jogar no São Paulo, foi marcante na minha carreira. Graças a Deus, agradeço por aquele passe que foi determinante na nossa conquista. Queria eu voltar atrás e dar outro passe desse pra ele", continuou. Com referência a esse clube maravilhoso de tantas glórias, logo o torcedor são-paulino vai voltar ter alegrias que merecem com as conquistas e o gigantesco que é o São Paulo. Acredito e muito no trabalho, do Rai, do Ricardo Rocha, o Lugano, enfim, as pessoas que está por de trás nessa nova transição que o clube está passando", disse Chulapa.