Com nova baixa e pendências, João Brigatti não define Ponte Preta para enfrentar o CRB

Marciel está vetado, enquanto Danilo Barcelos e Tiago Real estão suspensos. Delegação seguiu para Maceió

Publicado em .

Campinas, SP, 13 (AFI) – Na pegada e no estilo do técnico João Brigatti, a Ponte Preta encerrou nesta manhã os preparativos em Campinas para o jogo contra o CRB, sexta-feira, em Maceió, pela 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Ele sofreu mais uma baixa, o meia Marciel, e não quis definir o time antes da viagem para Alagoas.

“Nós temos algumas situações pendentes e, por isso, vamos aguardar um pouco. Mesmo porque ainda temos dois dias antes do jogo e vamos inclusive fazer um treinamento lá em Maceió” – explicou o técnico.

O elenco viajou após o almoço para a capital alagoana e na quinta-feira fará um treino recreativo no Centro de Treinamento do Corinthians, clube-empresa de João Feijó.

João Brigatti quer o time com 'os pés no chão'
João Brigatti quer o time com 'os pés no chão'
AS CINCO BAIXAS
Marciel sentiu o tornozelo e acabou vetado. Ele era cotado para entrar no time para substituir Danilo Barcelos, suspenso com três cartões amarelos, ao lado do meia Tiago Real. Os atacantes Roberto e Fellipe Cardoso continuam em tratamento médico.

O lateral-esquerdo Orinho também preocupou pela manhã quando sentiu um desconforto muscular, sendo poupado de parte do treino.

“Mas acredito que pela disposição dele, na vai ser problema. Vai continuar cuidando e vamos prepará-lo para o jogo” – garantiu Brigatti.

ALI RELACIONADO
A novidade na delegação foi a inclusão do meia boliviano Luiz Ali, que estava afastado por defender a seleção do seu país em amistosos internacionais. Ele atuou 90 minutos contra os Estados Unidos, depois participou em parte de jogos contra a Coreia do Sul e Sérvia.

O jogador vinha de uma lesão e, por isso, ganhou um contrato de apenas três meses. Agora ganha uma oportunidade de mostrar seu futebol no time titular, mesmo porque as opções são poucas e ele tem ido bem nos treinos.

MESMA PEGADA
Embora não possa repetir a escalação do time que venceu o Brasil, por 2 a 0, em Pelotas (RS), Brigatti demonstrou muita confiança. Mas o técnico mantém o mesmo discurso que levou o time a somar sete pontos em nove disputados, com duas vitórias e um empate. O time vai tentar a terceira vitória seguida, porque antes ganhou em casa do Goiás, por 2 a 1.

“Nossa obrigação é passar aos jogadores como atua o adversário e armar um time para vencê-los. Vamos manter a mesma gana e dedicação, fiando bem postado na defesa para explorar os contra-ataques. É preciso manter os pés no chão sempre.” – concluiu Brigatti.

É claro que o time só vai ser definido momentos antes do jogo, mas a provável formação é esta: Ivan; Igor, Renan Fonseca, Léo Santos e Orinho; Nathan, André Castro e Paulinho; André Luis, Junior Santos e Murilo.