Palmeiras iniciará 2018 com cinco jogadores no último ano de contrato

Mayke e Michel Bastos chegaram ao clube nesta temporada e assinaram contratos mais curtos

Publicado em .

São Paulo, SP, 07 - A próxima temporada do Palmeiras vai começar com cinco jogadores perto do fim do contrato. Os goleiros Fernando Prass e Jailson, o zagueiro Edu Dracena, o lateral Mayke e o meia Michel Bastos vão se reapresentar em 3 de janeiro para o início do último ano dos seus vínculos e com a possibilidade de não terem a permanência no clube estendida.

Prass acabou de ampliar em um ano o contrato com o Palmeiras. O goleiro completa 40 anos em julho e assinou o novo vínculo na última semana, após meses de negociação. O colega de posição, Jailson, de 36 anos, acordou a permanência até 2018 em uma reunião com a diretoria realizada em 2016, logo depois da conquista do Campeonato Brasileiro.

Ambos devem ter como adversário pela posição de titular o goleiro Weverton. O jogador do Atlético-PR será possivelmente o próximo reforço a ser anunciado pelo Palmeiras. A diretoria busca a contratação dele por se tratar de um atleta em fim de contrato e mais jovem do que os outros dois goleiros. Weverton vai completar 31 anos na próxima temporada.

Palmeiras iniciará 2018 com cinco jogadores no último ano de contrato
Palmeiras iniciará 2018 com cinco jogadores no último ano de contrato
No clube desde 2016, o zagueiro Edu Dracena, de 36 anos, teve o vínculo renovado automaticamente em maio. Uma meta estipulada no acordo anterior previa que o vínculo dele seria renovado por mais uma temporada caso atingisse um determinado número de partidas pela equipe. Agora, a permanência dele está assegurada até o fim de 2018.

Já Mayke e Michel Bastos chegaram ao clube nesta temporada e assinaram contratos mais curtos. O lateral foi mais utilizado no ano como titular, mas deve ganhar mais concorrência para a posição, pois a diretoria pretende contratar Rafinha, do Bayern de Munique, e terá o retorno de João Pedro, que estava emprestado à Chapecoense. Michel Bastos passou a maior parte do ano na reserva e teve mais sequência no time como titular na lateral esquerda, já no fim da temporada.