Jair lembra da semifinal contra Flamengo para acreditar no título do Corinthians

O treinador destacou que a equipe teve mais posse de bola do que o adversário e garantiu que está viva na briga pelo título

Publicado em .

Belo Horizonte, MG, 10 (AFI) - O técnico Jair Ventura tentou olhar o lado positivo na derrota do Corinthians por 1 a 0 para o Cruzeiro, nesta quarta-feira, no Mineirão, no jogo de ida da final da Copa do Brasil. O treinador destacou que a equipe teve mais posse de bola do que o adversário e garantiu que está viva na briga pelo título da competição.

"Jogo muito difícil. Sabemos da dificuldade de jogar contra o Cruzeiro. Saímos com desvantagem mínima. Não é o que queríamos, lógico. Mas a gente sabe da nossa força em casa. A gente sai super vivo. Em casa contra o Flamengo (na semifinal) a gente conseguiu a vitória e vamos em busca disso novamente", afirmou.

Corinthians não chutou uma bola com perigo para o goleiro Fábio, do Cruzeiro. Atacou onde?
Corinthians não chutou uma bola com perigo para o goleiro Fábio, do Cruzeiro. Atacou onde?

PROPÔS O JOGO ?
Na opinião do treinador, o Corinthians não tratou apenas de se defender e também propôs o jogo no Mineirão.

"Tivemos mais posse de bola e o gol deles desviou em um jogador do nosso time e entrou. A gente tem totais condições de conseguir a vitória em casa", prosseguiu.

Ao ser questionado sobre o motivo de a equipe não ter chutado uma bola a gol, Jair deu méritos ao time adversário, exaltando as qualidades do Cruzeiro.

"O adversário que fez investimento milionário e que é difícil atacar. Do outro lado tem um rival muito bom. Por isso que tivemos dificuldade. Mas mesmo com essa discrepância financeira a gente eliminou o Flamengo e podemos eliminar o Cruzeiro", comentou.

JEJUM DE GOLS
O problema é que o quarteto ofensivo manteve o jejum de gols. Clayson e Mateus Vital ainda não marcaram no segundo semestre. Romero agora está há 17 jogos sem balançar as redes. E Jadson não faz gols há seis partidas. Para Jair, não tem muito o que ser feito em relação a essa escassez de gols.

"A gente tem que trabalhar. Quando cheguei assumimos a responsabilidade de buscar a reação. Tem muitas coisas para melhorar e estamos trabalhando, mesmo com todas as dificuldades. A gente está super vivo. Quem já jogou contra o Corinthians na nossa casa sabe do valor da nossa torcida", finalizou.

MISTÃO NO PACAEMBU
O Corinthians agora volta a campo no sábado, no clássico contra o Santos, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. O time precisa da vitória, pois está a apenas cinco pontos da zona de rebaixamento. Jair Ventura já avisou que vai usar um time alternativo.

"Todos sabem da situação difícil que vivemos no Brasileiro. Mas na outra semana vamos decidir um título, então todas as atenções devem ser voltadas para esta decisão" - avisou.

O duelo de volta contra o Cruzeiro será na próxima quarta-feira, em Itaquera. O time precisa de um triunfo por dois gols de diferença para ser campeão da Copa do Brasil. Vitória por vantagem mínima leva o duelo aos pênaltis.