São Bento 2 x 0 Itabaiana - Bentão volta a vencer sergipanos e se garante na Série C

Com gols de Giovanni e Magrão, o São Bento se classificou à semifinal da Série D, além de garantir o acesso na competição

Publicado em .

Sorocaba, SP, 04 (AFI) - O São Bento venceu o Itabaiana (SE) por 2 a 0 na noite deste domingo e foi o terceiro clube a garantir o acesso na Série D do Campeonanto Brasileiro. Jogando no estádio Walter Ribeiro, o São Bento marcou com Giovanni no 1º tempo e com Magrão no 2º para se garantir na Série C no ano de 2017.

Na partida de ida, o São Bento havia vencido o Itabaiana (SE) por 1 a 0. Após Volta Redonda e CSA, o clube paulista foi o terceiro time a confirmar o acesso na Série D do Campeonato Brasileiro e agora aguarda o fechamento da rodada para saber quem será seu adversário na semifinal.

PRIMEIRO TEMPO
O São Bento tomou as rédeas do jogo marcando pressão na saída de bola e logo aos dois minutos, Wilson Junior mandou forte, mas para fora. Aos seis minutos o Itabaiana pressionou, Fabiano escorou, mas errou o alvo. Aos quatro, Mateus experimentou e Max defendeu bem. Aos oito, Wilson Junior chutou bem e a bola passou perto do gol sergipano.

Novo ataque do Sao Bento e Pedro Henrique exigiu ótima defesa de Max aos 11 minutos. No escanteio seguinte, Tavares e Gigante testaram, mas Max defendeu bem.
De tanto pressionar, aos 16 minutos Giovani abriu o placar numa linda falta cobrada por baixo, que desviou e venceu Max, 1 a 0.

Depois de tomar o gol, o Itabaiana saiu mais para o ataque e Macaíba mandou forte e assustou o goleiro do São Bento. Aos 31, o São Bento perdeu boa chance com Magrão para ampliar.

O time de Sorocaba administrou o placar nos 15 minutos finais do primeiro tempo, enquanto o Itabaiana pouco conseguia. O jogo seguiu nervoso e o período terminou com 1 a 0 para ao São Bento.

FORA DE CAMPO
Fora de campo com o veto da arquibancada superior do CIC, o torcedor do São Bento (que comprou o ingresso para esse setor, tentou entrar, a Policia não permitiu, ouve confusão e negociação com a diretoria do São Bento, e esses torcedores, mais de 2 mil, foram realocados para o setor das ferraduras. Um grande publico no CIC como há muito não se via em jogos do São Bento, com exceção de partidas contra grandes da capital paulista.

SEGUNDO TEMPO
O São Bento começou buscando o ataque e Wilson Junior mandou por cima aos quatro minutos. O Itabaiana respondeu com Sorriso num perigoso chute colocado à esquerda de Rodrigo Viana aos oito minutos; aos dez Jô, livre, isolou e perdeu boa chance para o Tremendão da Serra.

Num contra-golpe, aos 14, Lucas Mendes recebeu pela direita e mandou uma bomba mas errou o alvo. Aos 17 Diogo recebeu na entrada da área e bateu colocado e o Rodrigo defendeu.

Aos 22 o São Bento praticamente selou seu acesso numa grande jogada de Barbosa pela esquerda,que cruzou na medida para Magrão completar depois da bola passar por Max, 2 a 0.

Cinco minutos depois, na base do abafa, o Itabaiana pressionou, mandou uma bola na trave de Viana, que praticou grande defesa numa bomba de Jô logo depois.
Nos 15 minutos finas, o time sergipano saiu para o tudo ou nada, e o Sao Bento usava e abusava dos contra-golpes. E acabou assim com uma linda e histórica festa do centenário Esporte Clube São Bento, que volta a disputar o Brasileiro da Série C, 24 anos depois, sendo que a última foi em 1992.

Ficha Técnica

  • Fase
    Quartas de Final
  • Rodada
    2ª rodada
  • Data
    04/09/2016
  • Horário
    18h30
  • Local
    Walter Ribeiro - Sorocaba - SP
  • Árbitro
    Braulio da Silva Machado - SC
  • Assistentes
    Jose Roberto Larroyd - SC e Carlos Felipe Schmidt - SC
Cartões Amarelos
São Bento-SP: Rafael Tavares, Anderson Cavalo
Itabaiana-SE: Fred, Menezes, Sorriso, Janilson

Gols
São Bento-SP: Giovani 17' 1T, Magrão 22' 2T
São Bento-SP
Rodrigo Viana;
Lucas Mendes, Rafael Tavares, Daniel Gigante e Pedro Henrique;
Fábio Bahia, Maicon Souza, Mateus e Giovanni (Diego Barboza);
Magrão (Anderson Cavalo) e Wilson Júnior (Zambi).
Técnico: Paulo Roberto
Itabaiana-SE
Max;
Sorriso, Tiago Garaça, Heverton e Janílson (Ceará);
Jô, Clovees, Daniel e Igor (Diogo Pereira);
Fabiano e Paulinho Macaíba (Léo Paraíba).
Técnico: Leandro Campos