Série D: "Novato", Inter de Lages reapacere no cenário nacional! Confira curiosidades!

Clube estava há mais de 40 anos longe do cenário nacional e retorna a Série D de 2015

Publicado em .

Lages, SC, 09 (AFI) - O Inter de Lages é uma das gratas surpresas do futebol brasileiro no ano de 2015. Após mostrar sua força e surpreender no Campeonato Catarinense, o time conquistou a vaga para disputar o Brasileiro da Série D. Reformulado, depois de décadas, retorna ao cenário nacional repleto de curiosidades.

Esquecido há alguns anos, o Inter de Lages é o clube que está há mais tempo esperando para retornar ao cenário nacional entre todos os 100 que disputam as quatro divisões do Brasileirão 2015. Ao estrear na Série D neste domingo, contra o Ypiranga de Erechim, terão se passado nada menos que 49 anos desde a última vez que o clube figurou em uma competição nacional.

Em 1966, o Inter de Lages disputou a Taça Brasil por ter sido o campeão catarinense do ano anterior. A edição da Taça Brasil daquele ano foi decidida entre Cruzeiro e Santos. O Cruzeiro, com Tostão, foi o campeão, e o Santos, com Pelé, o vice. A seleção brasileira ainda era apenas bicampeã mundial na última (e única) vez que o clube esteve em um torneio nacional. O levantamento leva em conta apenas clubes que já disputaram competições nacionais ao menos uma vez em sua existência.

Presidente jovem, clube com objetivos!

Clube que dá certo precisa de presidente jovem e cabeça fresce, novas ideias para que as coisas deem certo. Com isto, Cristopher Nunes (foto), presidente do Inter de Lages desde 2014, completou 30 anos em abril. Isso faz dele o mais jovem presidente entre todos os 40 clubes da Série D do Brasileirão. Além disso, ele é um legítimo representante da nova safra de dirigentes esportivos do futebol brasileiro. Entre todos os 100 clubes das quatro divisões do Brasileiro, Cristopher Nunes figura entre os cinco mais jovens.

A lista com os cinco mais jovens presidente de clubes do Brasileiro:
1) Bruno Euclides - Asa de Arapiraca (Série C): 28 anos
2) Felipe Berger Prochet - Londrina (Série C): 29 anos
3) Cristopher Nunes - Inter de Lages (Série D): 30 anos
4) Marcelo Sant’Ana - Bahia (Série B): 33 anos
5) Daniel Nepomuceno - Atlético Mineiro (Série A): 37 anos

Inter único com título em todas as divisões catarinenses

O Inter de Lages é o único clube de Santa Catarina em atividade a ter conquistado títulos nas três divisões do futebol profissional do estado. O clube foi uma vez campeão da primeira divisão (1965), três da segunda (1990, 2000 e 2014) e uma da terceira (2013). É pouco provável que as principais forças do futebol do estado (Avaí, Chapecoense, Criciúma, Figueirense e Joinville) desçam até a terceira divisão do estadual para igualar o feito do Colorado Lageano, mas isso não diminui o feito do clube.

Estádio e treinador!
Na Série D, o Inter de Lages será comandado por Rogério Perrô, que é bem conhecido no futebol paranaense. Seus jogos serão realizados no Estádio Municipal Vidal Ramos Júnior, que tem a capacidade para 7.620 torcedores. Sua capacidade foi reduzida, já que chegou a receber 12 mil.

Futebol na neve?
Lages, a terra do Inter, é a cidade mais gelada entre todas as que têm um clube na disputa de uma das quatro divisões do Brasileiro 2015. A temperatura média na cidade é de 16,6 °C, mas as temperaturas negativas são frequentes durante o inverno.

A informação sobre as cidades mais geladas do Brasileiro não é apenas uma curiosidade estatística: como boa parte da Série D 2015 será disputada durante o inverno, o frio vai ser um oponente a mais para os adversários do Inter na Série D.

O ranking das cidades mais frias das quatro divisões do Brasileiro, com suas respectivas temperaturas médias:
1) Lages (SC) - 16,6 °C (mês mais frio, julho - média de 11,8 °C; mês mais quente, janeiro - média de 21,3 °C) (Clube: Inter de Lages)
2) Caxias do Sul (RS) - 16,6 °C (mês mais frio, junho - média de 12.7 °C; mês mais quente, janeiro - média de 21,4 °C) (Clubes: Caxias e Juventude)
3) Curitiba (PR) - 17,1 °C (Clubes: Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná)
4) Ponta Grossa (PR) - 17,5 °C (Clube: Operário Ferroviário)
5) Erechim (RS) - 17,7 °C (Clube: Ypiranga)
6) Pelotas (RS) - 18 °C (Clube: Brasil)
7) São Caetano - 18,1 °C (Clube: São Caetano)
8) Bragança Paulista - 18,2 °C (Clube: Bragantino)
9) Poços de Caldas (MG) - 18,3 °C (Clube: Caldense)
10) São Paulo (SP) - 18,5 °C (Clubes: Corinthians, Palmeiras, Portuguesa e São Paulo)

Fonte: Climate-Data.org. O desempate entre Lages e Caxias do Sul foi feito na comparação entre o mês mais frio e o mais quente das duas cidades. A média do mês mais frio de Lages é menor que o do mais frio de Caxias, assim como o mais quente de Lages é levemente mais frio que o de Caxias)