Anapolina-GO 6 x 1 Tocantinópolis-TO - Carimbo nas oitavas da Série D

Jogo cai-cai remarcado deu vaga a Anapolina nas oitavas-de-final

Publicado em .

Anápolis, GO, 17 (AFI) – Como era esperado não deu zebra no jogo remarcado pelo Campeonato Brasileiro da Série D. A Anapolina goleou o Tocantinópolis por 6 a 1, nesta segunda-feira em Anápolis, em jogo remarcado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) devido o “cai-cai” promovido pelo time de Tocantins na décima e última rodada da primeira fase.

A vaga foi recuperada nos Tribunais de Justiça Desportiva pelo advogado Osvaldo Sestário. Acompanhe mais detalhes!

A goleada deixou a Anapolina como segundo colocada do Grupo 5, atrás do Tupi-MG. O time goiano ficou com 13 pontos, igual em pontos com o Itumbiara. Mas a vaga ficou com a Anapolina por ter melhor saldo de gols: 4 a 3. Agora vai enfrentar o Villa Nova-MG pelas oitavas-de-final. O primeiro jogo acontece quinta-feira, em Anápolis, e o segundo domingo em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O vencedor deste confronto vai disputar uma vaga nas quartas-de-final com outro time mineiro, o Tupi, de Juiz de Fora. Deste duelo vai sair o quarto classificado (acesso) para a Série C, uma vez que outros três times confirmaram o acesso no domingo: Santa Cruz-PE, Oeste-SP e Cuiabá-MT.

Fácil na bola
Dentro de campo, a Anapolina foi soberana diante de um adversário com poucos profissionais e vários juniores. No primeiro tempo, o time da casa já vencia por 4 a 0, com gols de André Luís, logo aos 32 segundos, de cabeça, Valdânis, aos 27 minutos, Juliano, aos 31 e Alexandre Potita, aos 33 minutos.

No segundo tempo, Cleiton marcou o quinto, aos 13 minutos, e o atacante Nonato desperdiçou um pênalti, além de mais cinco chances claras de gol. Depois disso, o Tocantinópolis fez o gol de honra com Têti, aos 26 minutos, preocupando um pouco. Mas Cleiton fechou a goleada, aos 31 minutos, carimbando a vaga nas oitavas.

O trio de arbitragem foi perfeito. O árbitro do Distrito Federal, José de Caldas Souza, foi cauteloso no início do jogo, com algumas entradas violentas do time visitante. Conversou, advertiu e evitou aplicar cartões amarelos desnecessários. Dessa forma, evitou uma novo cai-cai ou coisa que o valha.

Rádio São Francisco
A conquista da Anapolina, a Xata, foi acompanhada pela equipe Titulares da Rádio São Francisco, de Anápolis, em cadeia com a Rádio Futebol Interior – Rádio FI.

O comando e a transmissão foi de Miguel Squeff, comentários de Aires Cardoso e Luciovan Machado, com reportagens de Evaristo Pereira e Renato Campos. O plantão esportivo ficou a cargo de Guilherme Verano.

FICHA TÉCNICA

Anapolina 6 x 1 Tocantinópolis

Local: Estádio Jonas Duarte, em Anápolis (GO)
Renda: R$ 22.810,00
Público: 3.971 pagantes
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Assistentes: Ciro Junqueira (DF) e Benevides de Souza (DF)
Cartões amarelos: Gustavo e Ricardo Henrique (Tocantinópolis) e Cleiton (Anapolina)
Gols: André Luis, aos 32seg/1T, Valdânis 27’/1T, Juliano, aos 31’/1T, Alexandre Potita 33’/1T, Cleiton, aos 13’/2T e aos 31’/2T (Anapolina). Têti, aos 26’/2T (Tocantinópolis).

Anapolina
Edinho; Edson, Flávio, André Luís (Celso) e Jadilson; Dudu, Paulo Foiane e Juliano (Cleiton); Nonato, Alexandre Potita (Ismael Santos) e Valdânis.
Técnico: Nivaldo Lancuno

Tocantinópolis
Régis; Gustavo (Júlio César), Ricardo Henrique, Anderson Rosa (Murilo) e Macedo; Robert, Uarnim (Vandinho), Carlinhos e Gil Bala; Raikard e Têti.
Técnico: Neto