Grêmio 3 x 1 Ponte Preta - Imortal diminui vantagem do Corinthians e afunda Macaca

O Timão tem oito pontos a mais que o vice-líder, enquanto a Ponte "namora" com a zona de rebaixamento

Publicado em .

Porto Alegre, RS, 16 (AFI) – A Ponte Preta chegou a dar uma esperança para seus torcedores ao abrir o placar no primeiro tempo, mas não voltou do intervalo e chegou ao quinto jogo sem vitória no Campeonato Brasileiro com a derrota para o Grêmio, por 3 a 1, na Arena do Grêmio, pela 14ª rodada.

O paraguaio Lucas Barrios marcou dois gols e foi o destaque do jogo deste domingo.

GREMIO NA COLA

Com a segunda vitória seguida – bateu o Flamengo, no Rio de Janeiro, na última quarta-feira -, o Grêmio se manteve na vice-liderança e diminuiu a vantagem do Corinthians para oito pontos (36 contra 28). Por outro lado, a Macaca estacionou nos 15 pontos e está muito perto da zona de rebaixamento. O técnico Gilson Kleina fica ainda mais pressionado no cargo.

O jogo foi transmitido pela Rádio Futebol Interior com narração de Marcelo Corsato, comentários de Luís Fabiani e reportagem de João Lucas.

MACACA ACHA UM GOL

A partida começou como todo mundo esperava. O Grêmio tinha mais posse de bola, mas encontrava muitas dificuldades para escapar da forte marcação imposta pela Ponte Preta, que apostava no contra-ataque com Emerson Sheik e Lucca. A primeira grande oportunidade foi da Macaca.

A Ponte Preta fez um bom primeiro tempo e foi para o intervalo na frente do placar
A Ponte Preta fez um bom primeiro tempo e foi para o intervalo na frente do placar

Aos 19 minutos, Lucca enfrentou a marcação de Pedro Geromel, cortou para o meio e bateu colocado. A bola passou raspando a trave de Marcelo Grohe. A resposta tricolor veio na sequência em uma saída errada da defesa alvinegra. Ramiro recebeu de Lucas Barrios e chutou forte. Aranha espalmou para escanteio.

O Grêmio foi tomando conta da partida aos poucos. Michel soltou a bomba de fora da área e Aranha espalmou. No rebote, Edilson pegou de primeira e mandou na rede pelo lado de fora. Aos 34 minutos, Lucca recebeu de Nino Paraíba e cruzou rasteiro procurando Emerson Sheik dentro da área. Rafael Thyere tentou o corte e mandou a bola para dentro do próprio gol.

No último lance do primeiro tempo, Pedro Rocha escapou da marcação de Nino Paraíba e bateu colocado. A bola foi para fora e por muito pouco Ramiro não conseguiu o desviou de cabeça. Aranha ficou pedindo mais atenção dos companheiros.

VIRADA TRICOLOR

O Grêmio voltou do intervalo com Fernandinho no lugar de Arthur e levou perigo logo aos três minutos. Pedro Rocha cruzou rasteiro para Lucas Barrios, mas Aranha estava atendo e defendeu antes que a bola chegasse no paraguaio. A Ponte respondeu em um escanteio cobrado por Renato Cajá. Marcelo Grohe estava atendo e evitou o gol olímpico.

O paraguaio Lucas Barrios marcou dois gols e comandou a virada do Grêmio
O paraguaio Lucas Barrios marcou dois gols e comandou a virada do Grêmio

O empate veio logo aos dez minutos. Lucas Barrios tabelou com Pedro Rocha e finalizou rasteiro. A bola desviou em Naldo e saiu do alcance de Aranha, que ainda se esticou todo, mas não conseguiu fazer a defesa. Aos 17, Lucca dominou e foi para cima de Pedro Geromel, mas na hora da finalização pegou fraco e mandou nas mãos de Grohe.

Aos 20 minutos, Edilson soltou a bomba em cobrança de falta e a bola passou raspando o travessão. A Ponte Preta recuou demais e chamou o Grêmio para cima. A virada era questão de tempo e ela veio aos 25. De forma infantil, Fernando Bob puxou Fernandinho dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido com extrema categoria por Barrios.

VIROU PASSEIO

A Macaca não conseguia criar e era totalmente dominada pelo Grêmio, que quase ampliou em chute de Fernandinho. Aos 34, Pedro Rocha bateu colocado, a bola tocou de leve no travessão e saiu. Quatro minutos depois, Lucca arriscou de fora da área e Marcelo Grohe se esticou todo, espalmando para escanteio.

No finalzinho do jogo, o Grêmio colocou a Ponte Preta na roda e ainda fez o terceiro gol, aos 42 minutos. Ramiro recebeu de Luan nas costas de Jeferson e ajeitou de cabeça para Everton, que estufou as redes de Aranha.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo na próxima quarta-feira, pela 15ª rodada. O Grêmio enfrenta o Vitória, às 19h30, no Barradão, em Salvador, enquanto a Ponte Preta recebe o Coritiba, às 21 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ficha Técnica

  • Fase
    Única
  • Rodada
    14ª rodada
  • Data
    16/07/2017
  • Horário
    16h00
  • Local
    Arena do Grêmio - Porto Alegre - RS
  • Árbitro
    Claudio Francisco Lima E Silva (SE)
  • Assistentes
    Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO)
  • Renda
    R$ 677.199,00
  • Público
    19.292 pagantes
Cartões Amarelos
Grêmio-RS: Edílson
Ponte Preta-SP: Emerson Sheik, Jeferson

Gols
Grêmio-RS: Lucas Barrios 10' 2T, Lucas Barrios 25' 2T, Everton 42' 2T
Ponte Preta-SP: Rafael Thyere 34' 1T (contra)
Grêmio-RS
Marcelo Grohe;
Edilson, Pedro Geromel, Rafael Thyere e Bruno Cortez;
Michel, Arthur (Fernandinho) e Ramiro;
Luan, Lucas Barrios (Marcelo Oliveira) e Pedro Rocha (Everton).
Técnico: Renato Gaúcho
Ponte Preta-SP
Aranha;
Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e Jeferson;
Fernando Bob (Jean Patrick), Naldo, Jadson (Felipe Saraiva) e Renato Cajá (Negueba);
Emerson Sheik e Lucca.
Técnico: Gilson Kleina