Claudinei Oliveira aposta em 'experiência' para jogo decisivo do Avaí

Com 35 pontos, o Avaí está quatro atrás do Vitória, que tem 39 e é o primeiro clube fora do rebaixamento

Publicado em .

Florianópolis, SC, 14 - O Avaí precisa mais do que nunca de uma vitória para se manter vivo na luta contra a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com três derrotar consecutivas o time segue na vice lanterna da competição e uma derrota o coloca com um pé na Série B de 2018. Jogando fora de casa, em Belo Horizonte, o time de Claudinei Oliveira enfrenta o Cruzeiro às 19h30 desta quarta-feira, pela 35ª rodada.

Com 35 pontos, o Avaí está quatro atrás do Vitória, que tem 39 e é o primeiro clube fora do rebaixamento. Uma derrota em Minas Gerais mantém o time em situação complicada, já que restarão três rodadas para o fim do campeonato – nove pontos em disputa. Depois do Cruzeiro, o clube catarinense tem pela frente Palmeiras, Atlético-PR e Santos.

Claudinei Oliveira aposta em 'experiência' para jogo decisivo do Avaí
Claudinei Oliveira aposta em 'experiência' para jogo decisivo do Avaí
Pedro Castro deve ser a única mudança do Avaí no time titular. O meia atacante cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo na derrota por 1 a 0 para o Corinthians e agora volta a ficar a disposição do técnico Claudinei Oliveira. Luanzinho, de apenas 17 anos, deve mais uma vez voltar para o banco de reservas. Apesar da velocidade, o jogador ainda é tratado com cautela em Florianópolis, até pela idade e o momento que o clube atravessa na competição.

Maicon, lateral que já disputou Copa do Mundo com a Seleção Brasileira, aparece na outra ponta da história. Experiente, ele será mantido no time titular do Avaí. “Nos colocamos nesta situação e agora cabe a nós tirarmos. Essas quatro partidas são decisões e enquanto houver possibilidades vamos lutar muito para deixar o Avaí na primeira divisão”, disse o jogador no último treino antes de viajar para Belo Horizonte.

O provável time do Avaí para quarta-feira tem Douglas; Maicon, Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Wellington Simião, Marquinhos e Pedro Castro; Junior Dutra e Romulo.